Menu...

Última Notícia

17 de dezembro de 2017

Cristiano Ronaldo vence a Bola de Ouro da Fifa


Hospital de Olhos

RIO – Cristiano Ronaldo superou Lionel Messi e Franck Ribéry e venceu a Bola de Ouro de melhor jogador do mundo de 2013. Coroado na festa de gala da Fifa em Zurique, na Suíça, o português mal conseguia falar ao receber o prêmio, emocionado e chorando.

– Não há palavras, obrigado a todos os meus companheiros, também os da seleção, e às pessoas da minha família aqui presentes. Quem me conhece sabe o sacrifício que foi para chegar aqui. É muito emocionante para mim e não consigo falar. Obrigado – disse o português, que subiu ao palco com o filho Cristiano, de três anos.

Nos últimos quatro anos, Ronaldo viu Messi ser coroado o melhor do mundo, fato inédito desde que a Fifa passou a premiar o melhor jogador do ano, em 1991. O astro do Real Madrid sentiu o golpe, mas não desanimou. Continuou fazendo gols e jogando cada vez mais. Valeu à pena. Ele já tinha um prêmio de melhor de mundo – venceu em 2008, quando ainda era jogador do Manchester United, antes da unificação dos prêmios da France Football e Fifa.

Cristiano Ronaldo venceu uma eleição apertada, com 27,99% dos votos, contra 24,72% de Messi e 23,39% de Ribéry. Neymar foi o quinto colocado, com 3,17%.

Entre as mulheres, quem venceu foi a goleira alemã Nadine Angerer – Marta estava na disputa. O Brasil também não levou no Prêmio Puskas de gol mais bonito da temporada. Neymar estava na disputa, mas o vencedor foi o sueco Zlatan Ibrahimovic, com um golaço marcado pela seleção da Suécia contra a Inglaterra, em um amistoso em novembro de 2012.

Um brasileiro, porém, foi aplaudido de pé na cerimônia. Pelé recebeu uma Bola de Ouro especial e foi ovacionado por todos os presentes, não escondendo a emoção e chorando.

– Prometi à minha família que não choraria, mas sou emotivo. Eu não jogava sozinho, tudo que eu ganhei foi com meus amigos. Completei minha coleção de troféus – disse Pelé, emocionado.

A Fifa começou a cerimônia, que teve Fernanda Lima como apresentadora ao lado do ex-jogador holandês Ruud Gullit, elegendo a seleção do ano. O time ideal da entidade tem dois brasileiros: o zagueiro Thiago Silva, do PSG, e o lateral-direito Daniel Alves, do Barcelona.

A seleção do ano tem três jogadores do Bayern de Munique, dois do PSG, quatro do Barcelona e dois do Real Madrid. O time ficou assim: Neuer (Bayern de Munique), Daniel Alves (Barcelona), Sérgio Ramos (Real Madrid), Thiago Silva (PSG) e Philip Lahm (Bayern de Munique). Iniesta (Barcelona), Xavi (Barcelona) e Ribéry (Bayern de Munique); Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Ibrahimovic (PSG) e Lionel Messi (Barcelona).

Na disputa entre os técnicos, o alemão Jupp Heynckes venceu a disputa. Já aposentado, o treinador foi responsável pela grande temporada do Bayern de Munique, campeão europeu, alemão e da Copa da Alemanha. No futebol feminino, a vencedora foi a alemã Silvia Neid, da seleção do seu país.

Ex-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o belga Jacques Rogge venceu o prêmio presidencial da Fifa. Campeões mundiais com a seleção brasileira, Pelé, Amarildo e Cafu foram homenageados durante a festa.

O ex-jogador Eusébio também foi homenageado na cerimônia. Maior ídolo da história do futebol português, o craque morreu no domingo passado, aos 71 anos, após sofrer uma parada cardíaca.

Fonte: OGlobo


Tags: , ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE