Menu...

22 de junho de 2018

Atlético sofre, mas vence com gol no fim na estreia da Libertadores


Hospital de Olhos

Barinas — O Atlético Mineiro não teve uma estreia digna do campeão da Libertadores, mas fez o essencial ao derrotar por 1 a 0 o modesto Zamora, nesta terça-feira, no estádio “La Carolina” de Barinas.

O gol da vitória do Galo saiu apenas aos 42 minutos do segundo tempo, marcado de cabeça por Jô em cobrança de escanteio de Ronaldinho Gaúcho, que disputava seu primeiro jogo do ano.

R10 acabou sendo decisivo, mas sua atuação foi bastante discreta. O meia de 33 anos apareceu principalmente em lances de bola parada e levou até um cartão amarelo.

Limitado tecnicamente, o Zamora foi valente e vendeu caro a derrota, criando até algumas chances de gol, principalmente na primeira etapa.

A vitória lançou a temporada do Atlético, que precisa exorcizar os demônios da péssima atuação no Mundial de Clubes.

A próxima partida do time mineiro está marcada para o dia 26 de fevereiro no Independência, contra o Santa Fé, da Colômbia semifinalista da última edição.

Os colombianos estreiam nesta quarta-feira contra o Nacional, do Paraguai, no estádio El Campín de Bogotá.

O Atlético dominou o início da partida, com mais posse de bola, mas sem conseguir chegar com perigo até a área adversária.

O Zamora perdeu uma boa chance aos 23, quando Vargas cruzou na medida para González, que recebeu livre na segunda trave mas se atrapalhou todo na hora de finalizar, isolando a bola na arquibancada.

O mesmo González voltou a ter problemas de pontaria aos 27, chutando novamente por cima da meta de Victor.

O time venezuelano cresceu na partida e chegou até a balançar as redes no minuto seguinte, mas o gol de Falcón foi anulado por impedimento.

Ronaldinho quase abriu o marcador em cobrança de falta, após Fernandinho ser derrubado na entrada da área. O meia ajeitou com carinho, chutou com curva, no seu estilo característico, e a bola passou raspando pela trave.

O Galo voltou a ameaçar com bola parada depois do intervalo, novamente com Ronaldinho. Aos 2, o camisa 10 cobrou um escanteio fechado, obrigando o goleiro Aléxis Angulo a se esticar todo para evitar o gol olímpico.

O meia perdeu a paciência cinco minutos depois, levando um cartão amarelo por causa de uma entrada dura em Ramírez.

Jô teve boa chance de abrir o placar aos 11 após receber um bom lançamento de Dátolo. O centroavante da seleção brasileira ganhou uma dividida com López e finalizou por cima do gol.

O jogo se arrastava, sem lances de perigo para nenhuma das duas equipes, mas as estrelas do Galo apareceram no melhor momento. R10 cobrou escanteio com categoria, achando a cabeça de Jô, que deu ao Atlético a vitória suada em solo venezuelano.

Tags: , ,

Comente aqui

massa quis risus nunc lectus Phasellus ut nec