AMARANTE

ESPORTES

Esgrimista Guilherme Toldo se classifica para Olimpíada de Tóquio

Publicado em

ESPORTES


Depois da campeã mundial Nathalie Moellhausen, a esgrima brasileira tem mais um representante assegurado na Olimpíada de Tóquio (Japão). Nesta sexta-feira (26), Guilherme Toldo se garantiu nos Jogos nas disputas do florete ao conquistar um lugar entre os 64 melhores do torneio masculino do Grand Prix de Doha (Catar). A competição fecha o ranking de classificação para o evento na capital japonesa.

Será a segunda participação olímpica de Toldo, um dos esgrimistas do país na Olimpíada de Londres (Reino Unido), em 2012. O gaúcho, 26º colocado no ranking mundial, assegurou vaga em Tóquio como atleta das Américas mais bem colocado fora Estados Unidos (país classificado pelo ranking de equipes) e Canadá (melhor seleção do continente depois dos EUA), superando a concorrência do venezuelano Victor León, atualmente no 66º lugar.

Toldo, que não competia internacionalmente há 13 meses, venceu quatro jogos e perdeu dois na fase de poules (grupos), classificando-se à segunda etapa, que reuniu os 128 melhores do Grand Prix. O gaúcho derrotou o turco Martino Minuto e avançou à fase de 64. León, por sua vez, foi superado pelo norte-americano Bryce Louie na mesma etapa. Esse tropeço do venezuelano garantiu o brasileiro em Tóquio.

Leia Também:  Herói da Bélgica com golaço, Thorgen Hazard sai da sombra do irmão

Toldo volta a competir no domingo (28), às 3h20 (horário de Brasília), contra o britânico Marcus Mepstead (15º do mundo). Caso se classifique entre os 32 melhores, o gaúcho enfrentará o sul-coreano Kim Dongsu ou o francês Wallerand Roger por uma vaga nas oitavas de final.

Disputa feminina

Neste sábado (27), a partir das 3h, começa o torneio feminino em Doha, com duas brasileiras. Uma é Rafaella Gomes, de 17 anos, que disputará o primeiro campeonato internacional adulto da carreira. A outra é Bia Bulcão, que pode assegurar – assim como Toldo – vaga em Tóquio se encerrar a competição como a melhor das Américas no ranking olímpico. A paulista, 83º colocada e que não compete há um ano, briga com a colombiana Saskia Loretta Garcia (40ª) e a venezuelana Anabella Gonzalez (76ª). Bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru) em 2019, ela já está garantida, pelo menos, no Pré-Olímpico do Panamá, no fim de abril.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

ESPORTES

Em jogo frio, Caxias e Joinville não saem do zero pela Série D

Publicados

em


A onda de baixas temperaturas que atingiu o Sul do Brasil nos últimos dias parece ter afetado Caxias-RS e Joinville-SC. A partida deste domingo (1º), entre gaúchos e catarinenses, pela nona rodada da Série D do Campeonato Brasileiro, teve poucas emoções e o placar no estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS), não saiu do zero. O duelo foi transmitido ao vivo pela TV Brasil.

O empate não muda a situação das equipes no Grupo 8. O JEC, ainda invicto, ocupa o segundo lugar da chave, com 17 pontos, quatro a mais que os gaúchos, que aparecem na terceira posição. Se a primeira fase terminasse agora, ambos estariam classificados ao mata-mata.

O primeiro tempo teve o Caxias com mais presença ofensiva, apesar de pouca efetividade. Foi dos anfitriões a chance de gol mais clara da partida. Aos 42 minutos, o meia Jean Dias cobrou falta fechada, pela esquerda, e o lateral Bruno Ré, livre na pequena área e quase “grudado” na trave, cabeceou para fora.

As equipes foram para o intervalo na bronca com a arbitragem. Aos 12 minutos, o lateral Lucas Carvalho levantou na área pela direita e o goleiro Rafael Pascoal segurou a bola com os pés dentro do gol e as mãos esticadas tentando evitar que a redonda cruzasse a linha. Os jogadores do time gaúcho reclamaram. Aos 35, o atacante Chrystian foi derrubado na linha da área pelo meia Paulinho Santos, mas a arbitragem nada marcou, para revolta do elenco do Joinville.

Leia Também:  Sarah Menezes vai enfrentar judoca da Macedônia na Turquia

Os catarinenses voltaram mais agressivos para o segundo tempo. Aos 11 minutos, Chrystian fez o giro na área e acertou a trave. A partida, no entanto, caiu sensivelmente de ritmo, com as equipes apresentando dificuldades para criar lances de perigo. Os goleiros pouco trabalharam nos 45 minutos finais.

No próximo sábado (7), o JEC recebe o Rio Branco-PR na Arena Joinville, às 15h (horário de Brasília). No mesmo horário, no domingo (8), o Caxias visita o Aimoré-RS no Monumental Cristo-Rei, em São Leopoldo (RS). Os duelos valem pela décima rodada da Série D.

Edição: Marcio Parente

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA