Menu...

Última Notícia

12 de dezembro de 2017

Amor, músculos e cifras: Lucas Lucco e o novo sertanejo


Hospital de Olhos

No princípio era a moda de viola, a camisa xadrez, a bota com espora e a fivela. Depois veio o drama, a idealização do amor, a dor-de-cotovelo e as duplas com segunda voz apagada. Agora, a música sertaneja vive uma fase de autoestima elevada, por assim dizer. Cantores solo apostam no rebolado ensaiado e no jeito cafajeste e são os melhores amigos do whey protein, aquele suplemento usado por boa parte dos marombeiros de plantão na musculação. Dessa leva faz parte o cantor mineiro de corpo esculpido Lucas Lucco, dono do hit mais tocado no rádio no primeiro semestre deste ano, a brega Mozão, executada nada menos que 27 713 vezes de janeiro a junho, segundo a empresa especializada Crowley. Aos 23 anos, e apenas dois de carreira, o cantor já acumula números dignos de veterano: faz mais de vinte shows por mês, com cachê na faixa dos 100.000 reais, e na internet contabiliza um séquito de milhões de seguidores, grupo que só faz crescer desde que o cantor estreou no quadro Dança dos Famosos, do Domingão do Faustão, da Globo, em agosto.

“A internet foi onde tudo começou. Foi lá que divulguei minhas primeiras músicas”, diz Lucco. Foi também lá, no mundo virtual, que ele foi descoberto pelo empresário Rodrigo Byça, em 2012. Byça ouviu uma canção postada por Lucco no Facebook e o procurou com a promessa de levá-lo à fama. Na época, o aspirante a cantor, que já tinha sido office boy e vendedor de shopping, cursava o quarto semestre de publicidade e propaganda e trabalhava como modelo e promoter de balada em Patos de Minas, a 400 km de Belo Horizonte.

A primeira ação do empresário foi pedir que Lucco retirasse a música da rede social. “Não queria que mais ninguém ouvisse e tentasse contratá-lo”, diz. Em seguida, convenceu o pai de Lucas, o radialista Paulo Lucco, de que o filho tinha boas chances de ser uma estrela do sertanejo. “Ele é um artista que canta, compõe e toca, e tem uma imagem comercial, é um homem bonito. Esse estilo era muito raro quando o descobri.” O estilo, difícil de definir até hoje, é uma mistureba de sertanejo, rock, arrocha e até funk. “Meu objetivo sempre foi fazer a música que as pessoas querem ouvir. Não algo que seja rotulado. Se acham que é sertanejo, tudo bem. Se é pop, tranquilo. Só quero que gostem do meu trabalho”, defende Lucco.

Byça e Lucco fizeram as malas e se mudaram para Goiânia, em Goiás, celeiro de muitos precursores do ritmo. Lá alugaram um apartamento e se aliaram a uma agência de talentos. Pouco depois, ainda sem ter um CD promocional, mas com a ajuda do YouTube, ele já fazia uma média de 13 shows por mês. Ainda em 2012, após um show em Tocantins, Lucco caiu nas graças de Sorocaba, segunda voz da dupla Fernando & Sorocaba e sócio da agência FS Produções, que passou a cuidar da carreira do rapaz ao lado de Byça.

Fonte:Veja

Tags: , , ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE