AMARANTE

PIAUÍ

Em audiência, MPPI dialoga sobre a operacionalização da vacinação de pessoas em situação de rua

Avatar

Publicado em

PIAUÍ


Na manhã desta terça-feira (27/04), o Ministério Público do Piauí, por intermédio da 49ª Promotoria de Justiça de Teresina, promoveu audiência com o objetivo de acompanhar as medidas implementadas para a operacionalização da vacinação contra a COVID-19 da população em situação de rua no município de Teresina.

Na audiência passada, ficou definido que a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) e a FMS construiriam as diretrizes do instrutivo para a Vacinação da População em Situação de Rua. Durante a reunião de hoje, foram discutidas sugestões para o documento.

De acordo com o instrutivo e com o Plano Nacional de Imunização, o processo de vacinação deve começar com a população em situação de rua que está institucionalizada, que possui mais de 60 anos e apresenta comorbidades. Outra pauta da reunião foi que os profissionais do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) ainda não estão inclusos no Plano Nacional.

Também foi abordada a necessidade de se fazer um levantamento para organizar dados e informações seguras e precisas sobre a população em situação de rua. A pesquisa seria uma cooperação da Universidade Federal do Piauí (UFPI) com as instituições que atendem a essa população.

Leia Também:  NASSAU em Aliança participa de ação global neste final de semana

Participaram da reunião os promotores de Justiça Myrian Lago, titular da 49ª PJ, e Eny Pontes, titular da 29ª PJ, além de representantes da Defensoria Pública, da Pastoral do Povo de Rua, do Centro Pop, da Secretaria Estadual da Assistência Social (SASC), da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e da SEMCASPI.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PIAUÍ

Estudantes de Piripiri se destacam na V Olimpíada de Ciências

Avatar

Publicados

em


Produzir ciência é parte da formação da rede estadual de ensino e isso tem gerado premiações e menções honrosas, como as que os estudantes da Unidade Escolar Embaixador Expedito Resende, de Piripiri, receberam da V Olimpíada Nacional de Ciência. O incentivo de professores para esse tipo de atividade tem mostrado aos jovens uma visão de futuro em que a ciência contribui para o desenvolvimento social.

A estudante Lise Maria Brito Tavares (aluna do 2º ano do Ensino Médio) conquistou medalha de prata na competição e os estudantes do 3º ano do Ensino Médio, Mariana para da Silva dos Reis, Remilson Silva Melo e Wenden Kesley Oliveira Rodrigues, receberam menção honrosa na competição. Toda a preparação teve união de forças da equipe pedagógica e de professores, em especial a professora Renata Carneiro.

“Foi ainda em maio de 2020 que fiquei sabendo da olimpíada e falei para a professora Renata inscrever a gente. Eu sempre gostei bastante dessas olimpíadas e ela inscreveu e deu todo apoio na 1ª e na 2ª fase, e em todo esse período de pandemia a professora sempre esteve com a gente para apoiar em toda dificuldade com essa questão de aulas a distância. Foi muito importante, também, a dedicação de estudar e revisar todos os conteúdos para poder fazer as provas”’, disse a medalhista de prata, Lise Maria.

Leia Também:  Themístocles Filho se reúne com Ciro Nogueira e pede emendas para BR -222

A escola, que tem 441 estudantes matriculados e fica localizada na Rua São Francisco, nº 760, no Centro de Piripiri, tem seguido as recomendações no período de pandemia para manter as aulas remotas, além de ações do Programa Juntos para Avançar.

De acordo com a gestora Sandra Regina Miranda, “a preparação para as olimpíadas aconteceu com aulas remotas, atividades e aulas extras de química com a professora Renata Carneiro”.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA