AMARANTE

ECONOMIA

Dólar cai para R$ 5,57 e fecha no menor valor em duas semanas

Avatar

Publicado em

ECONOMIA


Num dia de otimismo no mercado financeiro, o dólar voltou a fechar abaixo de R$ 5,60 e atingiu o menor valor em mais de duas semanas. A bolsa de valores emendou a segunda alta consecutiva e encerrou acima dos 118 mil pontos pela primeira vez desde meados de fevereiro.

O dólar comercial fechou esta quinta-feira (8) vendido a R$ 5,574, com recuo de R$ 0,069 (-1,23%). Na mínima do dia, por volta das 14h30, a cotação alcançou R$ 5,54. O real teve hoje o melhor desempenho entre as principais moedas globais. A cotação está no menor nível desde 23 de março, quando tinha fechado a R$ 5,516.

O clima favorável também se refletiu no mercado de ações. O índice Ibovespa, da B3, encerrou o dia aos 118.323 pontos, com alta de 0,59%. Pela manhã, o indicador operava em baixa, mas reverteu o movimento a partir do início da tarde. Com ganhos pelo segundo dia seguido, o índice atingiu o patamar mais alto desde 19 de fevereiro.

A sessão foi dominada pelo alívio nos mercados globais após discurso do presidente do Federal Reserve (Fed), Banco Central dos Estados Unidos, Jerome Powell. Em reunião do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial, ele disse que a autoridade monetária norte-americana está longe de reduzir o apoio à maior economia do planeta.

Leia Também:  Juros para famílias caem ao menor nível histórico em 2020, diz BC

A declaração reduziu os juros dos títulos públicos norte-americanos, considerados os investimentos mais seguros no mundo. Taxas mais baixas nos papéis dos Estados Unidos aumentam a disposição dos investidores em aplicar em países emergentes, como o Brasil.

* Com informações da Reuters

Edição: Aline Leal

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ECONOMIA

Covid-19: DF amplia horário de abertura de bares e restaurantes

Avatar

Publicados

em


Novo decreto publicado hoje (13) pelo governador Ibaneis Rocha ampliou em uma hora o funcionamento de bares e restaurantes, bem como o horário permitido para venda de bebidas alcóolicas.

 Antes, em função da pandemia do novo coronavírus, bares e restaurantes de Brasília e entorno tinham autorização para funcionar somente até as 19h. A partir desta terça-feira (13), podem funcionar até as 21h.

O horário permitido para venda de bebidas alcoólicas em lojas, mercados, distribuidoras e mercearias também foi ampliado das 20h para as 21h. O novo decreto, contudo, não alterou o toque de recolher. A circulação pelas ruas da capital segue restrita entre as 22h e as 5h.

O novo decreto, porém, autoriza a realização de competições esportivas oficiais, incluindo jogos de futebol, após as 22h. A norma também autoriza o funcionamento das marinas de clubes na orla do lago Paranoá, embora apenas com 50% da capacidade para embarcações. 

Edição: Maria Claudia

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  BNDES tem lucro de R$ 8,73 bilhões no terceiro trimestre
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA