AMARANTE

Piauí

Defensoria Pública promove palestra sobre Saúde Mental

Publicado em

Piauí


Palestra aconteceu nesta quarta-feira (22)

A Diretoria de Primeiro Atendimento da Defensoria Pública do Estado do Piauí, que tem como diretora a defensora pública Patrícia Ferreira Monte Feitosa, promoveu nesta quarta-feira (22) para os assistidos que se encontravam aguardando o atendimento presencial pré-agendado, palestra sobre Saúde Mental com as profissionais do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS Infantojuvenil Dr. Alexandre Nogueira, da Fundação Municipal de Saúde (FMS), assistente social Isabel Érica e enfermeira Luana Bueno. O evento aconteceu em alusão a campanha Setembro Amarelo, voltada para a prevenção ao suicídio e ao Projeto “Mente Cidadã: Família, Vulnerabilidade Social e Saúde Mental”, coordenado pela referida defensora.

A assistente social Isabel Érica destacou a importância de trazer o tema para o público. “A ação educativa faz parte do cuidado em saúde mental, e sermos convidadas pela Defensoria Pública é muito importante, porque aqui é um espaço onde existem pessoas que necessitam de informação, de cuidado em saúde mental e podemos explicar como funciona a rede, o que é saúde mental e as estratégias de cuidado. Então, para nós profissionais, é muito importante que a Defensoria abra esses espaços que fortalecem o campo educativo, o acesso dessas pessoas a outra instâncias que muitas vezes desconhecem, não conhecem o que um CAPS, um serviço Provida. É o momento em que trazemos para a sociedade mais informação”, disse.

Leia Também:  Pesquisadores da Uespi recebem financiamento para estudar uso de jaborandi no combate à Covid

A enfermeira Luana Bueno destacou a necessidade de fomentar a questão da prevenção com relação a saúde mental. “Estamos em setembro, que é o mês alusão à prevenção do suicídio e a gente vem fortalecer essas famílias com relação a prevenção, ao cuidado não só do corpo, mas da mente. A mente adoece e traz prejuízos grandes para a saúde do indivíduo, inclusive até a morte. A gente vem alertar a população, orientar sobre o cuidado da saúde mental, que é tão importante quanto o cuidado do corpo em si”, complementou.

Para a diretora de Primeiro Atendimento, defensora Pública Patrícia Monte, “o evento foi ação relativa ao Projeto Mente Cidadã e teve como objetivo fazer orientação sobre os cuidados e importância sobre a saúde mental. A receptividade do público, a interação e a atenção, demonstrou como tema tem sido relevante para a população. Na oportunidade, pessoas deram depoimentos sobre a importância do tratamento, alguns usuários elogiaram os serviços dos CAPS, e recomendaram, prestando seus depoimentos pessoais sobre experiências vividas. Ficamos muito agradecidos à Isabel e à Rosana e felizes com a receptividade das pessoas”, afirma.

Leia Também:  Governo investe R$ 3,5 milhões para melhorias no abastecimento de água de 13 municípios
Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Piauí

Piauí vacina 70% da população com a primeira dose contra a Covid

Publicados

em


O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, anunciou, neste sábado (23), que o Piauí atingiu a marca de 70% da população piauiense vacinada com a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A população completamente imunizada com duas doses da vacina ou com a dose única soma 44,43% dos piauienses.

De acordo com o vacinômetro, já foram aplicadas 3.780.269 doses de imunizantes, sendo que destas mais de 2.297.040, são de primeira dose e 1.457.833 de segunda dose e dose única. O Vacinômetro do Estado vem passando por atualizações e apresenta mudanças diariamente em relação à quantidade de vacinas aplicadas, à medida que os dados forem sendo inseridos pelos municípios.

Ao todo, o Ministério da Saúde entregou 4.519.205 milhões de doses ao Estado. A população vem sendo contemplada com vacinas da CoronaVac/Instituto Butantan, AstraZeneca/Oxford, Pfizer/BioNTech e Janssen/Johnson&Johnson, que utiliza apenas uma dose de aplicação para imunização contra o vírus.

O Estado segue com uma logística de distribuição ágil, possibilitando que os lotes encaminhados pelo Ministério da Saúde, cheguem aos municípios com a maior brevidade. “Cada aumento da cobertura vacinal é motivo de comemoração. Quem ainda não se vacinou, deve procurar uma unidade de saúde e se vacinar. O avanço da imunização contra a doença reflete diretamente nos índices de infecção e internamento, que estão cada vez mais baixos”, enfatizou Florentino.

Leia Também:  Sob forma de protestos, prefeitos devem voltar a Brasília motivados por crise financeira no Brasil

Nas últimas semanas também estão sendo ampliados os grupos de aplicação de dose reforço (DR), que contempla além de idosos acima de 60 anos, os imunossuprimidos e profissionais de saúde. No estado já foram aplicadas 25.396vacinas em esquema de terceira dose. A aplicação de doses nos adolescentes, da mesma forma, também vem ampliando. Neste grupo, a vacinação no grupo de 12 a 17 anos já passa de 79.017 mil, em 201 municípios.

“Estamos vivendo um momento importante no combate à pandemia, com resultados significativos e animadores. A aplicação das doses de reforço e adicionais, além da imunização dos adolescentes nos demonstram isso. Estamos colhendo o resultado de um trabalho compartilhado entre o Estado, os municípios e o Governo Federal”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA