AMARANTE

Piauí

Defensoria Pública inicia semana de conciliação em processos voltados para direitos das crianças

Publicado em

Piauí



Com mais de 150 sessões pré-agendadas, a Defensoria Pública do Estado do Piauí (DPE-PI) realiza, a partir da próxima segunda-feira (25), a primeira edição do projeto “Conciliar pela Criança: Defensoria Pública pela Prioridade Absoluta”. A ação, que prossegue até o dia 29,  acontece na modalidade híbrida, contando com sessões de mediação e conciliação presenciais e virtuais. As sessões no formato presencial serão realizadas no Núcleo Central da Instituição, localizado na rua Nogueira Tapety, 138, Bairro Noivos, em Teresina.

O Projeto “Conciliar pela Criança: Defensoria Pública pela Prioridade Absoluta”, é realizado por iniciativa da diretora cível da Defensoria, defensora pública Sheila de Andrade Ferreira, em conjunto com o coordenador e a defensora auxiliar do Núcleo de Solução Consensual de Conflitos e Cidadania (NUSCC), respectivamente defensor público Gerson Henrique Silva Sousa e defensora pública Alynne Patrício de Almeida Santos. A ação conta com a parceria do Laboratório Central do Piauí (Lacen) e da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), a partir da participação de estudantes do curso de Direito, inclusive alguns com projetos de pesquisa, que irão desenvolver atividades voltadas para área de mediação e conciliação.

Leia Também:  Fiéis participam ativamente dos festejos de Regeneração; veja fotos e vídeo

A iniciativa visa promover a conciliação, buscando a melhor saída para solução de conflitos postos em pauta através do Primeiro Atendimento da Instituição e que envolvam alimentos, execução de alimentos, oferta de alimentos, investigação de paternidade, alimentos gravídicos e ação de majoração de alimentos.

Durante a semana serão levados para a conciliação processos postos em pauta através do Primeiro Atendimento da Defensoria Pública que foram encaminhados para a mediação/conciliação por meio do Núcleo de Solução Consensual de Conflitos e Cidadania (NUSCC), assim como que sejam voluntariamente procurados pelas partes interessadas.

Mesmo com as inscrições encerradas, o projeto terá a capacidade de absorver as demandas que poderão surgir no decorrer da semana. Para mais informações, entre em contato com a Defensoria Pública através do WhatsApp, no número (86) 9 9426-1053.

A defensora Sheila de Andrade ressalta o que espera da Semana. “Temos uma excelente expectativa em relação a realização da Semana, pois acreditamos que a mediação e conciliação ainda são as melhores formas para a resolução de conflitos, intensificando a cultura da paz. Mais uma vez só temos a agradecer a parceria do Lacen e da Uespi, que certamente será de fundamental importância para o sucesso do evento. Nos deixa também imensamente felizes saber que um projeto desenvolvido pela Defensoria Pública irá servir como base de estudo e pesquisa universitária, a partir da participação de alunos do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, PIBIC, na área de mediação, o que  demonstra que a Defensoria faz mais que a parte jurídica e social, contribuindo também para a ascensão universitária”, afirma.

Leia Também:  Cerâmica Cil recebe ações de cidadania neste sábado, dia 28
Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Piauí

Projeto irá capacitar ex-dependentes químicos e os familiares

Publicados

em


O Governo do Estado por meio da Coordenadoria de Enfrentamento às Drogas do Piauí (Cendrogas) realizou nesta quarta-feira (01), solenidade de assinatura do Termo de Fomento com a Fazenda da Paz, para execução do Projeto de Reinserção Social.

O projeto tem como objetivo capacitar os egressos de Comunidades Terapêuticas e seus familiares em situação de vulnerabilidade social objetivando a inserção/reinserção ao mercado de trabalho, promovendo a atenção integral através do trabalho em rede com as unidades públicas de assistência social.

Representando o governador Wellington Dias, a vice-governadora Regina Sousa falou da importância do Estado ajudar na oferta de capacitação para quem busca o tratamento da dependência química.

“Fico feliz de estarmos hoje assinando essa parceria como forma de apoiar a formação e capacitação dos acolhidos em Comunidades Terapêuticas”, afirmou Regina.

Através do Projeto serão ofertados cursos de marcenaria, serviços gerais, doces e salgados, mecânica de motos e manutenção predial, atendendo diretamente 480 egressos e indiretamente mais de 1.500 familiares. Estas capacitações serão oferecidas no Centro de Reinserção Padre Pedro Baizi, localizado na Rua Simplício Mendes, 1698, Bairro Vermelha.

Leia Também:  Cerâmica Cil recebe ações de cidadania neste sábado, dia 28

“A Cendrogas, juntamente com a Fazenda da Paz, celebra este Termo que tem o objetivo de capacitar os egressos e seus familiares, preparando eles para o mercado de trabalho. No início serão oferecidos 5 cursos”, informou Cida Santiago.

Célio Luiz Barbosa, coordenador geral da entidade executora do projeto e presidente da Federação Nacional das Comunidades Terapêuticas (FENACT), reforçou o pioneirismo desta ação no Piauí.

“Para nós que trabalhamos há 27 anos com a Política Sobre Drogas, este passo de hoje é muito importante, pois este feito da reinserção social é pioneiro em todo Brasil. Chegaremos com este projeto em todas as CTs do Piauí e com isso estaremos exportando a nossa mão de obra. Agradecemos também o exemplo de fortalecimento dado pelo Governo do Estado através da Cendrogas no combate e enfrentamento às Drogas”, falou Célio Barbosa.

Um dos exemplos de como a capacitação tem dado certo, é o ex-dependente químico, Cícero Feitosa, que foi tratado na Fazenda da Paz e hoje é colaborador da entidade há mais de 15 anos.

Leia Também:  Operação Rivales da Polícia Civil prende grupo criminoso com droga, armas e munições em Teresina

“O próprio tratamento me ensina a voltar para a sociedade através dos cursos e com isso sair com uma garantia a mais, pois pude sair com uma força a mais para encarar a sociedade. A importância de sair com um diploma de curso profissional, vai me fazer capaz de ser reinserido na sociedade”, finalizou Cícero.

Participaram também da solenidade, a presidente da Fazenda da Paz, Eneida Lustosa, o assessor técnico e a gerente de prevenção e acolhimento da Cendrogas, Sâmio Falcão e Pollyana Menezes, respectivamente.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA