AMARANTE

ESPORTES

Covid-19: seleção de levantamento de peso tem acesso vetado à Colômbia

Avatar

Publicado em

ESPORTES


A restrição de acesso a brasileiros à Colômbia, determinada pelo governo local por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19), deve impedir a participação de atletas do país no Campeonato Sul/Ibero Americano de levantamento de peso. A competição marcada para Cali, entre os próximos dias 10 e 14, vale pontos no ranking de classificação para a Olimpíada de Tóquio (Japão).

Em nota divulgada nesta terça-feira (4), a Confederação Brasileira da modalidade (CBLP) afirmou que um comunicado foi enviado à Confederação Sul-Americana (CSLP), à Federação Internacional (IWF, na sigla em inglês) e ao Comitê Olímpico do Brasil, além dos organizadores do evento. Segundo a entidade nacional do levantamento de pesos, “a decisão foge à alçada da CBLP e o planejamento prévio não poderá ser concretizado, como aconteceu também com atletas de outros esportes”.

Também de acordo com a nota, companhias aéreas que realizam o trajeto Brasil-Colômbia “não estão operando entre os dois países” e “as linhas que poderiam fazer escalas em outras nações não autorizam a presença de residentes no Brasil para o percurso neste momento”. A entidade ainda destacou que “o aeroporto Alfonso Bonilla Aragón de Palmira, em Cali, está com os voos comerciais suspensos por questões de segurança pública, o que pode colocar em risco, inclusive, a realização do torneio”.

Leia Também:  Sport e Bragantino empatam no fechamento da 36ª rodada do Brasileiro

Conforme a CBLP, o torneio em Cali tem pontuação menor e interfere pouco no ranking olímpico. Top-8 do ranking mundial na categoria acima de 109 quilos, Fernando Reis é quem menos depende da competição e deve ter a vaga em Tóquio confirmada após o evento. No mês passado, ele conquistou o Campeonato Pan-Americano, disputado em Santo Domingo (República Dominicana), pela quarta vez.

Os demais atletas terão que aguardar o fechamento da lista para saberem se conquistam a vaga olímpica como melhores do continente nas respectivas categorias. Medalhista de prata no Pan dominicano, Natasha Rosa (até 49 quilos) está quase lá, assim como Jaqueline Ferreira (até 87 quilos), que foi a sétima colocada na competição de abril. Rosane Santos (até 55 quilos), Marco Túlio Gregório e Sefafim Veli (ambos até 96 quilos) também sonham.

Outras restrições

Recentemente, as seleções brasileiras de basquete também não puderam viajar à Colômbia para competir. Em fevereiro, a equipe masculina foi impedida de realizar as duas últimas partidas pelas eliminatórias da AmeriCup, a Copa América da modalidade, em Cali. Como estava classificado por antecipação, o time nacional não foi prejudicado pelas ausências contra Paraguai e Panamá.

Leia Também:  Edina Alves será a única árbitra no Mundial de Clubes

Já o elenco feminino não poderá disputar o Torneio Sul-Americano, a partir do próximo dia 10, que vale vaga para a AmeriCup, evento que é classificatório à Copa do Mundo de 2022, na Austrália. Mesmo assim, o Brasil se credenciará à competição (marcada para junho, em Porto Rico) por liderar o ranking continental de seleções.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Grêmio passa pelo Caxias e vai em busca do tetra no Campeonato Gaúcho

Avatar

Publicados

em


 O Campeonato Gaúcho vai ser novamente decidido em um Gre-Nal. O Tricolor derrotou o Caxias por 2 a 0 neste domingo (09), na Arena do Grêmio, e garantiu vaga na final. Superior na maior parte do jogo, o Tricolor construiu o placar com gols de Matheus Henrique e Ferreira.

O Tricolor segue invicto sob o comando de Tiago Nunes, com cinco vitórias em cinco partidas. O primeiro jogo da final entre Grêmio e Internacional será no próximo domingo (16).

O Grêmio começou pressionando e rondando a área adversária, mas com pouca efetividade. A primeira boa finalização foi do Caxias, aos 9 minutos. Diogo Oliveira avançou pela direita e cruzou, a bola sobrou para Tontini, que chutou forte. Geromel desviou e salvou o Tricolor. Na cobrança de escanteio, Bruno Ré subiu sozinho, cabeceou, e a bola passou raspando o travessão de Brenno.

Leia Também:  Sport e Bragantino empatam no fechamento da 36ª rodada do Brasileiro

Depois de 27 minutos com o controle da bola, o Grêmio conseguiu sua primeira chegada e abriu o placar. Ferreira recebeu na linha de fundo pela direita, driblou o defensor, e cruzou na cabeça de Matheus Henrique, que mandou para o fundo da rede. O camisa 7 acabou sofrendo um chute no rosto na hora da finalização e desmaiou, mas se recuperou e voltou para a partida.

O Caxias respondeu cinco minutos depois, novamente com Tontini. Ele recebeu cruzamento de Diogo Oliveira e teve a chance de empatar, mas mandou por cima do gol de Brenno. A equipe visitante quase deixou tudo igual aos 38 minutos. Após cobrança de escanteio de John Clay, Tiago Sales subiu sozinho para cabecear. Brenno salvou. No rebote, Giovane Santos tentou de carrinho, mas o goleiro do Grêmio se jogou na bola para evitar o gol.

No fim do primeiro tempo, o Grêmio chegou ao segundo, com Darlan, mas a arbitragem marcou impedimento e a partida foi para o intervalo com a vantagem mínima do Imortal Tricolor.

Leia Também:  Mundial de Futebol de Areia Raiz: Brasil vence Uruguai e está na final

Na frente, o Grêmio passou a controlar o resultado na segunda etapa. Mesmo assim, foi a equipe que mais criou. Aos 23 minutos, Ferreira tocou para Churin, que bateu para o gol. Pitou espalmou e, no rebote, Ferreira driblou o goleiro, mas foi travado por Tiago Sales na hora do chute. No minuto seguinte, Ferreira puxou ataque pela esquerda, finalizou, e acertou o travessão do Caxias.

Ferreira queria jogo e foi premiado com um belo gol. Ele subiu novamente pela esquerda, driblou dois marcadores com apenas um toque e bateu colocado no canto de Marcelo Pitol para fechar o placar na Arena.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA