AMARANTE

SAÚDE

Covid-19: Rio aplica 2ª dose da Pfizer em quem tem 50 anos ou mais

Publicado em

SAÚDE


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Rio de Janeiro anunciou que começa amanhã (21) a aplicar a segunda dose da vacina da Pfizer contra a covid-19 em pessoas com 50 anos de idade ou mais. Esse grupo terá intervalo de 21 entre a primeira dose e a segunda.

Na mesma rede social, o prefeito Eduardo Paes disse que cerca de 23 mil pessoas acima dessa faixa etária ainda não receberam a segunda dose da vacina. Para receber a segunda dose, porém, é necessário apresentar documento de identificação original com foto, número do CPF e o comprovante da primeira dose, informou a SMS.

Já a imunização de adolescentes será retomada na próxima quarta-feira (22), para meninas de 13 anos. Elas poderão se vacinar também no dia 23. Já os meninos de 13 anos irão se vacinar na sexta-feira (24).

Leia Também:  RJ autoriza aplicar Pfizer caso falte AstraZeneca para segunda dose

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Covid-19: aumenta circulação de subvariante Delta em Belém do Pará

Publicados

em


Uma subvariante Delta do novo coronavírus, que pode não ser detectada em testes rápidos, tem circulado de forma cada vez mais intensa em Belém, no Pará. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), após sequenciamento de 16 amostras do vírus SARS-CoV-2 obtidas de pacientes na capital paraense.

“Nessas análises a Sesma detectou uma uma subvariante Delta, a AY.33, circulando em Belém e que pode não ser detectada por testes rápidos e pelos protocolos padrões de RT-qPCR”, informou, em nota, a secretaria.

Diante da constatação, a prefeitura local está orientando que qualquer pessoa que apresente sintomas compatíveis com covid-19 fique em isolamento social por 14 dias. Na nota divulgada pela Sesma, foram apresentados resultados de análises feitas desde julho, que revelaram uma inversão das variantes identificadas.

Em julho e agosto, dos 1.612 casos da covid-19 notificados em Belém, foram enviadas, para sequenciamento, 72 (4%) amostras de pacientes sintomáticos que apresentaram RT-qPCR positivo. Desses casos, 84,7% de casos foram provocados pela variante Gamma, enquanto os casos da variante Delta representaram 9,7%.

Leia Também:  Pesquisadores criam algoritmo para analisar ressonância magnética

Dos 332 casos notificados em setembro, 24 (7%) dos pacientes sintomáticos tiveram resultado positivo no RT-qPCR. Destes, 50% foram casos provocados pela variante Delta e 50% dos pacientes haviam sido infectados pela variante Gamma do vírus SARS-CoV-2.

Nos primeiros 20 dias do mês de outubro, foram notificados 152 casos. As 20 amostras genotipadas (13%) revelaram uma inversão, com a predominância da variante Delta, responsável por 75% dos casos, enquanto a variante Gamma foi identificada em 25% das análises.

“Diante deste cenário, se faz a necessário que a população siga com as medidas de prevenção e controle como: isolamento domiciliar da pessoa que estiver com suspeita ou em período de transmissão da doença, lavagem frequente das mãos com água e sabão e/ou álcool em gel, além do uso obrigatório de máscara e manter o distanciamento social”, informou a Sesma.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA