AMARANTE

ESPORTES

Copa do Brasil: Vitória supera Inter no Beira-Rio e avança às oitavas

Publicado em

ESPORTES


Nesta quinta-feira (10), o Vitória derrotou o Internacional no Beira-Rio, em Porto Alegre, por 3 a 1 e se classificou às oitavas de final da Copa do Brasil. O Leão havia perdido o jogo de ida, há uma semana, por 1 a 0 e precisava ganhar por, pelo menos, dois gols de diferença. Exatamente o que os comandados do recém-contratado técnico Ramon Menezes atingiram. O adversário dos baianos na próxima fase será definido por sorteio.

O primeiro tempo foi dominado pelo Inter, que soube usar a velocidade para atacar o Vitória. Faltou pontaria, porém, nas tentativas dos meias Taison, aos 12, e Patrick, aos 13 minutos, em contra-ataques puxados pelos laterais Moisés e Renzo Saravia. Quando o Colorado encaixou a mira, o goleiro Lucas Arcanjo brilhou, salvando duas finalizações do atacante Yuri Alberto e uma de Taison, entre os 36 e 37 minutos. O Rubro-Negro só assustou aos 35, em chute sem ângulo do atacante Ygor Catatau, que parou na trave. Poste que, aos 45 minutos, salvou os baianos em cobrança de falta de Moisés. Os gols perdidos fariam falta aos gaúchos.

Leia Também:  Alonso passa por cirurgia após sofrer fratura no maxilar em acidente

O Inter manteve a postura agressiva na volta do intervalo e logo aos três minutos obrigou Lucas Arcanjo a trabalhar novamente, em cabeçada do atacante Thiago Galhardo. Dois minutos depois, no entanto, o zagueiro Pedro Henrique levou o segundo amarelo e deixou os anfitriões com um homem a menos. Para complicar, aos 24 minutos, o Vitória abriu o placar com Samuel, aproveitando o rebote de um chute no travessão do também atacante Dinei.

O duelo ganhou emoção. Aos 32, o zagueiro Victor Cuesta ajeitou a bola, na sequência de uma falta batida por Edenilson, para o também volante Johnny empatar. No lance seguinte, o meia Eduardo arriscou da intermediária e marcou um golaço, recolocando o Vitória à frente. Aos 39, o lateral Raul Prata cruzou na direita e o atacante Guilherme Santos, de cabeça, fez o terceiro dos baianos, que passaram a ter a vantagem no placar agregado. Abatido, o Inter pouco fez para diminuir o prejuízo e ainda teve o atacante Boschilia expulso nos acréscimos.

Ainda nesta quinta-feira, o Fortaleza levou a melhor no Clássico-Rei que decidiu outra das vagas às oitavas de final. O Leão do Pici atropelou o Ceará por 3 a 0 na Arena Castelão, na capital cearense, após o empate por 1 a 1 na quarta-feira passada (2), no duelo de ida. Os tricolores também conhecerão o próximo adversário por sorteio.

Leia Também:  Renato Kayzer garante vitória do Athletico-PR na Sul-Americana

A primeira boa chance foi do Vozão, em cabeçada do zagueiro Klaus, depois de escanteio batido pelo meia Vina. Daí em diante, só deu Fortaleza. Aos 20 minutos, o volante Felipe ficou com a sobra de uma cobrança de falta na área e abriu o placar. Aos 44, o zagueiro Charles errou no recuo de bola para o goleiro Richard e o atacante David aproveitou para ampliar. Na etapa final, aos 21, o lateral Yago Pikachu encontrou David na área e o camisa 17 não perdoou, assinalando o segundo gol dele na partida e garantindo a sétima vitória (em nove jogos) do técnico Juan Pablo Vojvoda no comando tricolor.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

ABC vence América-RN nos acréscimos e lidera Grupo 3 da Série D

Publicados

em


Fim de semana perfeito para o ABC. O Mais Querido manteve 100% de aproveitamento na Série D do Campeonato Brasileiro, com nove pontos, confirmou a liderança do Grupo 3 e, de quebra, venceu o Clássico-Rei contra o América-RN por 3 a 2 com um gol aos 50 minutos do segundo tempo, na Arena das Dunas, em Natal. Duelo foi transmitido ao vivo na TV Brasil.

ABC e América-RN entraram em campo pela terceira vez em 2021. Nos dois confrontos anteriores, pelo Campeonato Potiguar, cada equipe havia conquistado uma vitória. Na partida deste domingo (20), o Dragão foi ligeiramente melhor, mas errou muito na defesa e viu o time alvinegro virar o jogo no final. O América-RN permanece com três pontos, sendo duas derrotas consecutivas.

O Alvirrubro começou o jogo partindo para cima e quase fez o primeiro logo aos 4 minutos. Mazinho recebeu pela direita e chutou colocado, mas Jerfersson defendeu. Dois minutos depois, o América abriu o placar. Falta de longa distância que Esquerdinha cobrou no ângulo esquerdo. Golaço.

Leia Também:  São Paulo garante vaga na fase de grupos da Libertadores

O ABC respondeu também em falta. Aos nove minutos, Marcos Antônio soltou a bomba, obrigando Tanaka a fazer grande defesa. Dez minutos depois, o goleiro não foi bem. Bruno Souza cruzou pela esquerda e Tanaka saiu muito mal. Helitão aproveitou o erro e, sozinho, cabeceou para deixar tudo igual.

Apesar de ter mais posse de bola, o América não conseguia traduzir a superioridade em gols. A virada do ABC quase veio aos 43 minutos. O capitão Boaventura saiu jogando errado e a bola sobrou para Claudinho, que arriscou, mas foi parado por Tanaka. No rebote, Levi se precipitou e chutou em cima do goleiro.

O panorama da segunda etapa foi parecido com o dos primeiros 45 minutos. O América era melhor, mas errava muito na defesa. O Dragão ficou novamente na frente com gol de Boaventura, que aproveitou saída equivocada do goleiro Jerfersson. O zagueiro comemorou com um chute na bandeirinha de escanteio. No minuto seguinte, Max teve a chance de ampliar, mas acertou o travessão.

Leia Também:  Alonso passa por cirurgia após sofrer fratura no maxilar em acidente

No futebol, quem não faz, leva. O ABC subiu pela direita com Netinho, que cruzou com perfeição na cabeça de Valderrama. Desta vez, Tanaka não saiu do gol e o camisa 17 aproveitou e empatou. O jogo passou a ficar mais tenso e menos emocionante, com poucas chances para as duas equipes.

Quando o empate parecia inevitável, o ABC fez o terceiro aos 50 minutos. Contra-ataque pela direita e novo cruzamento de Netinho. A zaga não conseguiu afastar e a bola sobrou para Alan Pedro. Afoito, Elton derrubou o adversário dentro da área. Pênalti que Marcos Antônio cobrou com perfeição e fechou o placar. Na comemoração, o camisa 27 imitou Boaventura e também chutou a bandeirinha de escanteio.

Na próxima rodada, o ABC recebe o Atlético-CE no domingo (27), às 15h (horário de Brasília), no Frasqueirão. Antes, na quarta-feira (23), às 21h15min, também no Frasqueirão, o Alvinegro encara o Globo no jogo de volta da final do Campeonato Potiguar. Já o América-RN visita o Caucaia no sábado (26), às 16h, no Raimundão, pela Série D.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA