AMARANTE

ESPORTES

Com golaço de Marta e brilho de novata, Brasil bate Argentina de novo

Publicado em

ESPORTES


A seleção feminina de futebol voltou a derrotar a Argentina, agora no estádio Almeidão, em João Pessoa. Nesta segunda-feira (20), as brasileiras levaram a melhor no amistoso por 4 a 1, com gols da estreante lateral Yasmin, da meia Kerolin e das atacantes Marta e Debinha. Na última sexta-feira (17), a equipe comandada por Pia Sundhage já havia ganhado das rivais por 3 a 1 no estádio Amigão, em Campina Grande (PB).

As brasileiras foram a campo com duas mudanças em relação ao amistoso anterior. Na defesa, a zagueira Daiane entrou no lugar da lateral Bruninha. Com isso, Antônia, que atuou no miolo de zaga no último jogo, assumiu o lado direito, com Daiane e Erika formando a dupla central e Tamires na esquerda. No ataque, Nycole jogou com Marta, substituindo Ludmilla.

Apesar de demorar para acertar o último passe, o Brasil dominou o primeiro tempo. Aos dez minutos, a volante Angelina balançou as redes, mas o gol foi invalidado por falta de Kerolin no lance. Aos 18, Marta chutou da entrada da área e obrigou a goleira Laurina Oliveros a se esticar para espalmar pela linha de fundo. Na sequência, Nycole bateu o escanteio pela direita, Oliveros saiu mal e Kerolin, livre, completou para as redes vazias, na segunda trave.

As brasileiras mantinham a posse no campo rival e só encontravam alguma resistência das argentinas entre a intermediária e a entrada da área. Foi dali que Marta, aos 36 minutos, acertou uma cobrança de falta perfeita, no ângulo esquerdo de Oliveros, marcando pela 117ª vez pela seleção. Um golaço que, certamente, agradou ao Rei Pelé, que assistiu ao jogo no quarto que ocupa no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde se recupera de uma cirurgia para retirada de um tumor no intestino.

Na etapa final, Pia sacou Kerolin, Daiane e Tamires para as entradas de Ludmilla, Yasmin e da zagueira Lauren, sendo as duas últimas estreando na seleção principal. Quis o destino que, aos dois minutos, saísse dos pés de Yasmin, na esquerda, o cruzamento para Debinha, de cabeça, fazer o terceiro do Brasil. Por ironia, uma falha de Lauren, no lance seguinte, foi aproveitada pela atacante Mariana Larroquette, que descontou o prejuízo das visitantes.

As argentinas tiveram pouco tempo para comemorar. Aos seis, Marta tomou a bola na intermediária e abriu para Yasmin invadir a área pela esquerda e bater cruzado, no canto direito de Oliveros. Na sequência, Debinha ainda teve duas boas chances de ampliar, mas parou na goleira rival.

Leia Também:  Atletas de nove modalidades retornam em fevereiro ao CT Paralímpico

À medida que a partida transcorreu, Pia fez outras alterações e a intensidade brasileira naturalmente diminuiu. A Argentina tentou aproveitar a queda e marcou mais presença no campo brasileiro que no primeiro tempo, sem êxito. Na melhor oportunidade, aos 24 minutos, a meia Florencia Bonsegundo fez fila ao invadir a área canarinho, mas Lauren fez um desarme providencial na hora da finalização.

A próxima data Fifa (período voltado a jogos entre seleções) feminina será entre os dias 18 e 26 de outubro. O Brasil ainda não tem adversário definido.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Série D: Campinense-PB faz 1 a 1 com Atlético-CE em semi fora de casa

Publicados

em


Atlético-CE e Campinense empataram em 1 a 1 no jogo de ida da semifinal da Série D, no Estádio Domingão, em Horizonte (CE), em partida transmitida ao vivo pela TV Brasil. O duelo foi marcado pelo equilíbrio das duas equipes, já que ambas asseguraram no  último fim de semana o tão sonhado acesso à Série C do Campeonato Brasileiro no ano que vem.  Os donos da casa ainda tiveram um pênalti a seu favor, validado pelo recurso do árbitro de vídeo (VAR), e poderiam ter saído com a vitória, mas Mauro Iguatu fechou o gol da Raposa com uma defesa brilhante. 

A decisão da vaga para a final da Série D 2021 ficou para o próximo sábado (30), às 16h (horário de Brasília), no Estádio Amigão, em Campina Grande (PB). Se houver um novo empate, a classificação será definida após cobrança de pênaltis. O adversário na decisão do título será o vencedor da outra semi, entre Aparecidense-GO e ABC-RN, cujo jogo de ida a TV Brasil transmite às 16h deste domingo (24). 

Sob forte calor no primeiro tempo, acima de 30 graus, o jogo começou lento e com pouca criatividade.  As parcas finalizações começaram a partir dos 13 minutos, com Erick Pulga. O atacante da Águia de Precabura soltou uma bomba, mas o goleiro Iguatu estava atento e defendeu.  No minuto seguinte, Matheus Régis chutou de canhota e quase abriu o placar para o Campinense, mas a bola parou nas mãos do goleiro Carlão. 

Leia Também:  Após oito meses, Dado Cavalcanti deixa comando técnico do Bahia

Após o intervalo para hidratação, Filipe Ramon  chegou à linha de fundo e rolou para Pulga, que mergulhou e por pouco não inaugura o marcador para o Atlético-CE.  

A partir da segunda etapa, o jogo ganhou em intensidade, com a Águia saindo na frente logo ao cinco minlutos, após linda jogada de Alisson Henrique: ele invadiu a área pela esquerda e cruzou na medida para Dudu Itapajé mandar para o fundo da rede.  pela esquerda. O Campinense não esmoreceu, e aos 13 minutos o técnico Parielle Ribeiro colocou atacante Vitinho em campo, no lugar de Juliano. Bastaram sete minutos e foi dele o gol de empate no  no Domingão. O camisa 23 aproveitou sobra na grande área e mandou para o fundo da rede, garantindo o 1 a 1. 

Na sequência ocorreu o lance polêmico da partida, numa jogada de Alisson Henrique que tentou o cruzamento pela esquerda, mas o zagueiro Dênis, do Campinense, cortou a bola para escanteio, no mesmo instante que caiu. Os jogadores do Atlético-CE pediram pênalti. O VAR foi acionado. O árbitro da partida, Fábio Augusto Santos Sá Júnior, conferiu as imagens do lance e confirmou o pênalti.  Dudu Itapajé, que já fizera o primiero gol da Águia, cobrou forte, mas brilhou a estrela do goleiro Iguatu, que defendeu com galhardia, e a partida terminou mesmo empatada em 1 a 1.

Leia Também:  Libertadores: Fluminense arranca empate com River na estreia

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA