Menu...

Última Notícia

12 de dezembro de 2017

IV Conferência Municipal de Saúde debate sobre políticas públicas em São Francisco do Maranhão


Hospital de Olhos

A Prefeitura Municipal de São Francisco do Maranhão realizou nesta quinta-feira (10), no templo da Igreja Assembleia de Deus, a partir das 8h, a IV Conferência Municipal de Saúde.

O evento, organizado pela Secretaria de Saúde e pelo Conselho Municipal de Saúde, contou com a participação da Força Estadual de Saúde do Maranhão e trouxe na pauta de discussões questões temáticas relacionadas a políticas públicas de saúde no município. Para essa 4ª edição o tema escolhido foi ‘Juntos construímos a saúde que queremos’.

Foram discutidos os cinco eixos a seguir: gestão, financiamento e controle social; valorização do trabalho e da educação em saúde; direito à saúde e garantia de acesso à atenção de qualidade; financiamento do SUS em relação ao público privado; e participação social.

O evento, que teve como cerimonialista a pastora Tânia Sobreira, contou com a participação do prefeito Adelbarto Santos, da secretária de Assistência Social, Helaine Wiselle, do secretário de Saúde, Raimundo Neto, do secretário de Educação, Francemilton Soares, além de outros convidados.

Dentre os pontos positivos apresentados ao público da Conferência, a coordenadora Adriana Guimarães, do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), falou dos atendimentos em cinco meses de trabalho no município.

“Uma conferência como esta serve para os prestadores de serviço refletirem sobre a melhoria de políticas públicas voltadas para a saúde. Nos cinco meses tivemos 2008 atendimentos individuais, o que consideramos um avanço de mais um serviço que veio para complementar e fortalecer os serviços de saúde”, disse ela.

“A IV Conferência Municipal de Saúde é um momento de amplo debate com a participação popular, onde a gente ouve o trabalhador, o representante do povo, mas, principalmente, os usuários do SUS, porque são eles que vão trazer as demandas e as propostas”, afirmou o secretário Raimundo Neto.

“As propostas foram elaboradas e elas vão para o Plano Municipal de Saúde, a partir de 2018 até 2021. A gestão vai executar todos os passos, mas sabendo o que a população quer”, completou.

O secretário apontou outras falhas que a conferência visa cobrir, a exemplo da cobertura de saúde bucal, deficiências no pré-natal e acesso às Unidades Básicas de Saúde (UBS).

O prefeito Adelbarto Santos relacionou as dificuldades herdadas pela sua gestão como hospital sucateado, servidores desmotivados, falta de medicamentos, dentre outros. “Nós resolvemos encarar. Isso é uma das coisas que eu sempre me propus a fazer. Os problemas precisam ser enfrentados, pois quando se fala em construir uma saúde diferente os desafios são muito grandes”, disse ele.

Ainda durante o evento, o prefeito e o secretário de saúde assinaram o termo de adesão ao programa Farmácia Viva, que vai funcionar no município em parceria com o governo do Estado do Maranhão.

O programa visa conscientizar a população e profissionais de saúde quanto a utilização de medicamentos fitoterápicos, que são definidos pela Anvisa com o uso de derivados vegetais. A aplicação deve ser iniciada no município até dezembro de 2017.

IV Conferência Municipal de Saúde | Políticas pública em debate (Fotos: Denison Duarte)

Tags:

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE