Menu...

22 de junho de 2018

Palco de grandes tragédias em Amarante, PI-130 volta a oferecer riscos


Hospital de Olhos

RECLAMAÇÕES SOBRE A PI-130 – As precárias condições em que se encontra a PI-130, que liga Amarante a Palmeirais, continuam sendo razão maior para queixas de moradores das comunidades Barra da Muquila, São João e Periperi, todas na zona rural de Amarante.

Relatos nas redes sociais apontam para as dificuldades dos condutores de veículos automotores por causa dos buracos na pista e animais, além da falta de acostamento.

Visitando o local, o Somos Notícia fez um flagrante de um condutor que seguiu pela contramão desviando de um buraco tendo, ao mesmo tempo, que desviar de um jumento que estava na pista contrária para não provocar uma colisão.

Da zona urbana de Amarante até a Barra da Muquila, um trecho de aproximadamente seis quilômetros, foram contados 27 grandes buracos na pista, alguns chegando a quase um metro de profundidade. “Situação pior está entre a Barra da Muquila e o São João”, disse uma moradora.

Outro problema que preocupa os condutores é a falta de acostamento ao longo da PI-130, o que possibilita que o local continue sendo palco de graves acidentes, a exemplo do que vitimou o empresário João Batista de Sousa Aragão – dono do grupo Aragão, em Amarante. No mesmo acidente (colisão entre motos ), em julho de 2017, morreu também Rogério Antonio da Cruz, de 35 anos.

Em fevereiro de 2016, uma L200 colidiu frontalmente com um Gol, deixando como vítima fatal Antonio Bento Pereira da Silva.

Outro grave acidente ocorrido em outubro de 2014 vitimou o profissional liberal, Francisco de Sousa, nas proximidades da comunidade São João, em Amarante.

Considerada uma das vias mais perigosas do Piauí em razão da quantidade de animais que circulam pelo local, a PI-130 foi outra vez palco de grande tragédia. Desta vez à família do funcionário do hospital de Amarante, Antônio Luís, conhecido como Titela, que residia na comunidade Barra da Muquila e morreu em um grave acidente em janeiro de 2012 ao colidir a moto em um cavalo.

Em maio de 2015, duas pessoas em uma moto Titan sofreram um acidente na mesma PI-130, ocasião em que um dos ocupantes, identificado como Firmino Sena, aproximadamente 53 anos, teve morte imediata. A moto colidiu em uma vaca durante forte chuva que caía no município

“Gostaria de fazer um apelo às autoridades competentes, pois nossa PI-130 está muito esburacada. Em alguns lugares os buracos estão muito perigosos, pois as pessoas têm que passar pela mão contrária”, disse a moradora Lizandra Veloso.

“Está muito ruim mesmo”, ratifica Lindalva Carvalho. “Realmente tem muitos buracos na pista”, disse também a internauta Ariane Guimarães Rodrigues.

Reclamações na PI-130

Fotos e vídeos: Leomar Duarte

Tags:

Comente aqui

leo. diam elit. risus Nullam sem, in ipsum ut Lorem leo neque.