Menu...

13 de dezembro de 2017

Pré-Enem Seduc prepara centenas de candidatos em Amarante na última revisão de conteúdos


Hospital de Olhos

Mais de 300 alunos participaram da última revisão do Pré-Enem Seduc, realizado no Ginásio Poliesportivo Municipal, em Amarante, na manhã desta sexta-feira (3). A proposta da equipe de profissionais, segundo a coordenadora Hildalene Pinheiro, é a discussão do que é considerado importante nos mais variados temas para que o aluno se dê bem no exame.

Ao todo, duas coordenadoras e seis professores estiveram no município, abordando aos candidatos todas as possibilidades de pegadinhas do Enem, que este ano acontece em dois momentos: dias 5 e 12 de novembro.

“Nosso material é constituído de questões aplicadas no Enem em 2016, compondo novas questões que sejam a cara do Enem com base no que também poderá acontecer, e é nessa mistura que a gente garante pelo menos 80% de acerto do que vai estar na prova”, disse a coordenadora.

Redação, que antes era considerada o bicho-papão aos candidatos, segundo o professor Francisco Rufino – deixa de ser, bastando apenas que o aluno observe a estrutura do texto fazendo uma contextualização no início, desenvolvendo em dois parágrafos o que foi apontado como problemática e, por fim, fazendo no último parágrafo a proposição.

“Redação deixou de ser um bicho-papão depois que descobrimos que ela se tornou um texto com um padrão de ser. Para que se tenha uma nota legal basta que se obedeça a estrutura do texto, que são quatro parágrafos, onde no primeiro deve ter uma contextualização (uma referência a um filme, a uma obra literária ou personagem) e fazer comentário associativo dessa contextualização. Nos dois parágrafos centrais, o aluno vai desenvolver o que foi apontado como causa da problemática e, por fim, o candidato deve propor. Se ele mantiver uma estrutura bem definida, já dá para garantir uma pontuação de 800 a 860 na redação porque a estrutura do texto está sendo obedecida”, disse o professor.

Ele assegura ainda que o repasse das informações aos alunos é feito sob forma de dinâmica. “Com uma experiência de dez anos lecionando Redação para o Enem, a gente acaba conhecendo todos os macetes.”

A equipe de professores e coordenadoras percorreu desde o início de março 14 mil Km em todo o Piauí, levando revisões às sete Regionais de Educação. Somente em Teresina, o Pré-Enem Seduc aplicou sete revisões. “A última aconteceu com o Corujão da Vitória, que teve início às 20h do dia 1º de novembro e terminou às 6h do dia 2, perfazendo 10 horas com doze disciplinas, muita atividade e interatividade com os alunos”, concluiu a coordenadora Hildalene Ribeiro.

Na revisão, o público de estudantes contou com professores de Linguagens, Biologia, Física, Química, História, Matemática e Redação.

A revisão de véspera, nome atribuído pela coordenadora, aconteceu das 7h30 às 13h30 e teve o apoio da secretária estadual de Educação – Rejane Dias, e do superintendente de Ensino – José Barros, por meio da iniciativa da diretora do Polivalente de Ensino Médio de Amarante, Maria Edivânia.

Pré-Enem Seduc em Amarante, das 7h30 às 13h30

 

Tags:

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE