Menu...

Última Notícia

13 de dezembro de 2017

Quase dois meses após comemorar em família os 106 anos, Dona Coló morre em casa, em Amarante


Hospital de Olhos

MORRE DONA COLÓ Depois de comemorar com a família a chegada dos 106 anos de idade no dia 14 de junho, Clotildes Ribeiro da Silva (a Dona Coló) veio a óbito no final da tarde desta quinta-feira (10).

O falecimento, segundo a família, teve causas naturais. “Ela estava há dias sem se alimentar regularmente. Buscamos de todas as formas a recuperação dela. Não sabíamos exatamente o que ela tinha. Mamãe teve mais de cem anos muito bem vividos. Ela morreu de causas naturais”, disse a filha Maria Madalena.

O velório acontece na rua 13 de junho onde morava Dona Coló. O sepultamento, de acordo com o neto André Vieira, vai acontecer nesta sexta-feira (11) no Cemitério Municipal, no bairro Vila Nova.

Parentes, amigos e conhecidos chegam a todo momento na residência dos familiares para darem o último adeus à centenária.

Parte dos entes queridos, de acordo com André Vieira, deverá chegar a Amarante para o velório durante a madrugada.

Apesar de ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) em 2013, Dona Coló não morreu das consequências da doença.

Dona Coló era viúva do Sr. Inocêncio Pereira da Silva, com quem teve os filhos Pedro Pereira, Augusto, Maria de Jesus, Maria Madalena, José (Zé Besouro), Maria Helena e João Pereira; dos filhos surgiram 60 netos, que lhe deram 40 bisnetos, que continuam dando continuidade à árvore genealógica.

Morre Dona Coló aos 106 anos | Momentos  da centenária com a família

Tags:

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE