Menu...

11 de dezembro de 2017

Moradores preocupados: motoristas não respeitam quebra-molas construídos pelo Dnit em Amarante


Hospital de Olhos

Depois de várias manifestações feitas na BR-343 entre 2012 e 2014, em Amarante, os moradores das comunidades Dois Coqueiros, Saco da Cachoeira e Ararinha foram atendidos pelo Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit) com a construção dos tão reivindicados quebra-molas.

Ao todo, foram construídas quatro lombadas, uma nos Dois Coqueiros, outra no Saco da Cachoeira e duas na comunidade Ararinha.

Apesar da satisfação com a obra, os beneficiados têm uma nova queixa: “os quebra-molas não resolveram totalmente o problema porque são muito baixos”, é o que as comunidades estão argumentando ao perceberem que os veículos continuam com excesso de velocidade nos locais. “É como se não existisse quebra-molas”, disse uma moradora da comunidade Dois Coqueiros.

Antes da obra, realizada em agosto, cada comunidade fez abertura de valas na BR rompendo o asfalto de um lado a outro, nas proximidades das áreas habitadas. Diversos motoristas se queixaram quanto ao risco de acidentes.

Um veículo da Secretaria de Fazenda (Sefaz) no dia 12 de agosto deste ano, bateu na traseira de um caminhão que não avistou a vala e freou bruscamente, os prejuízos foram inevitáveis.

Agradecidos pela obra, os moradores esperam apenas a prudência dos motoristas ao longo da BR para que novas ocorrências não se deem com vítimas fatais.

10704063_767668666630787_8399861565797620963_n (1) 10441022_767667719964215_8825236659847923484_n 10702037_767667746630879_5686446877368817472_n 1382974_767668786630775_627121965813012687_n

Radar Financeira

Tags: , ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE