Menu...

25 de Maio de 2018

Prefeitura de Amarante realiza a II Conferência Municipal de Educação


Hospital de Olhos

A Prefeitura de Amarante, por meio da Secretaria Municipal de Educação, realizou na manhã desta terça-feira (30) a II Conferência Municipal de Educação, evento que contou com a participação da sociedade civil, representantes de entidades públicas, secretários da atual administração municipal e também com a presença do prefeito Diego Teixeira.

O evento, que aconteceu no salão paroquial das 8h30 às 12h, foi considerado preparatório para as próximas etapas estadual e federal, e trouxe como tema: ‘SNE, PNE, PME: consolidando metas para a melhoria da Educação’.

“Em Amarante, fizemos o monitoramento e, consequentemente, a avaliação desse monitoramento para a apresentação à população do que foi atingido ou não das metas previstas para o Plano Municipal de Educação. Nós temos que ver o que podemos melhorar. Vamos continuar com o que está dando certo e mudar o que precisa melhorar. Teremos oportunidades para discutirmos hoje temas que serão levados à CONAE até o final do ano, quando serão discutidas novas políticas públicas para educação nacional.”, disse a conferencista Márcia Onório.

Quanto à iniciativa de elaboração e execução de ações no município, além da discussão de melhorias na educação, o prefeito Diego Teixeira assegura tratar-se do início de uma grande transformação da educação do município.

“A gente vem planejando de forma mais aguçada ações que queremos que sejam um pontapé no início da transformação da Educação de Amarante. Para isso, convidamos a população e entidades a esta conferência. Quero parabenizar toda a equipe da Educação na pessoa do secretário pelo empenho na organização da Educação de Amarante, até porque a gente sabe que o benefício é comum, pois quando se educa melhor se tem uma sociedade melhor”, disse ele.

Segundo a coordenadora educacional do município, Ivonete Almeida, as ações que estão sendo desenvolvidas em Amarante são, necessariamente, voltadas à melhoria da educação, o que deixa o município em uma “zona de conforto”.

“Estamos numa zona de conforto porque temos um prefeito que é preocupado com a Educação e um secretário que é professor e conhece a educação do nosso município. As ações que estamos desenvolvendo desde o início do nosso trabalho têm sido voltadas ao alcance desse objetivo, que é melhorar a educação do nosso município”, afirmou.

O secretário de Educação, Ironilson LIma, considera que o material humano de Amarante é muito bom, mas enfatiza a necessidade de investimentos na Educação para avançar nos indicadores.

“Nós temos um material humano muito bom, pois sempre está em busca de novos conhecimentos. O nosso público educacional de Amarante tem esse diferencial. A nossa massa humana é que apenas precisa ser modelada com boas condições de trabalho. Para isso precisamos de investimentos. O nosso gestor tem feito milagres com o pouco que tem sem deixar a educação de lado para que possamos avançar nesses indicadores de melhoria da qualidade do nosso ensino”, explicou Ironilson.

A conferencista Márcia Onório complementa dizendo que a crise que leva os municípios à falta de investimentos educacionais atinge a todo o país e, de modo específico, Amarante. “Nós temos uma deficiência de investimentos financeiros na Educação. Precisamos de mais investimentos, por isso o país inteiro tem sofrido com essa falta de recursos, de modo específico Amarante.Nós podemos observar que as estratégias não estavam atingindo os objetivos por falta de investimento de políticas públicas. Isso é a nível nacional, não se trata de gestão local”, encerra.

II Conferência Municipal de Educação, em Amarante

Fotos: Gisele Duarte

Tags:

Comente aqui

Sed justo id, quis accumsan diam facilisis nec ipsum sem,