3:11 pm - segunda-feira novembro 23, 1682

Chefe da Adapi de Amarante desabafa: ‘Nós não temos a menor condição estrutural de trabalhar!’

Edição e postagem: Denison Duarte, em 15-07-2016 11:37 | Última modificação: 15-07-2016 18:32
Hospital de Olhos

Adapi de Amarante – Falta de papel, de internet e de transporte estão entre os problemas mais comuns na Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi), em Amarante.

Questionado esta semana pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) de Amarante sobre a emissão de Guias de Trânsito Animal (GTA), o chefe da agência, Gerardo Lira, fez um desabafo e relatou as precariedades do órgão no município.

“Não estamos emitindo GTA porque não temos a menor condição de trabalhar. Queria muito que o STR, o Ministério Público e a prefeitura se envolvessem para resolver essa situação. A sociedade é quem sofre o maior prejuízo. O prefeito e os vereadores foram informados dessa situação, mas ninguém tomou providências”, disse ele.

A GTA é um documento de natureza oficial e federal obrigatório e que permite a defesa agropecuária acompanhar o transporte de animais, visando atestar as condições de saúde da carga transportada.

Em caso de transporte sem a GTA, o proprietário pode ser multado e ter apreendidos os animais.

“Vou conversar com o promotor. Nós não temos a menor condição estrutural de trabalhar. Não temos transporte, papel, internet, não temos nada! Queremos ver se o sindicato pode se envolver para comunicar o fato.

O chefe da agência fala em um envolvimento institucional de órgãos de Amarante para que a Adapi possa ter condição de atender a população.

“Vou ao promotor, ao sindicato e outros órgãos para que haja um envolvimento institucional aqui em Amarante, e a gente possa resolver o problema.”

Em contato com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), de Amarante, o Somos Notícia foi informado que vai existir todo apoio necessário à Adapi para a regularidade dos atendimentos.

“A gente entende que essa é uma situação delicada. Muitos chegam a pensar que a Adapi está com má vontade de atender, mas esse relato do Gerardo Lira nos deixa sensibilizados. Nós do sindicato vamos certamente dar todo o suporte necessário para o devido funcionamento do órgão”, afirmou o secretário geral do STR, Leomar Duarte.

Gerardo Lira assegura que fez todos os esforços junto ao governo do estado para amenizar a situação. A procura pelos órgãos locais é um apelo do chefe da agência para somar forças e, juntos, resolverem as dificuldades que enfrenta.

Adapi de Amarante | Gerardo Lira

adapi de amarante

 

Edição, postagem e foto: Denison Duarte

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE