AMARANTE

ESPORTES

Chapecoense avança e define confrontos das semifinais do Catarinense

Avatar

Publicado em

ESPORTES


Os quatro semifinalistas do Campeonato Catarinense foram definidos nesta quarta-feira (28). Na Arena Condá, em Chapecó (SC), a Chapecoense derrotou o Hercílio Luz por 1 a 0 e se classificou para decidir vaga na final com o Marcílio Dias, que voltou a bater o Juventus por 1 a 0, desta vez no estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC).

Na outra semifinal, Avaí e Brusque estarão frente a frente. O Leão da Ilha recebeu o Próspera na Ressacada, em Florianópolis, e venceu por 2 a 1. Já o Quadricolor levou a melhor sobre o Joinville por 1 a 0 no estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC). Os jogos de ida e volta ainda serão agendados pela Federação Catarinense de Futebol (FCF).

Triunfo da Chape

No primeiro duelo, em Tubarão (SC), Hercílio e Chape não saíram do zero. Apesar da vantagem de outro empate, por conta da melhor campanha, o Verdão do Oeste tomou a iniciativa e saiu na frente aos cinco minutos, em pênalti sofrido (e cobrado) pelo atacante Perotti, artilheiro do Estadual com 12 gols. A resposta do Leão do Sul veio aos 20 minutos, em desvio do atacante Marlon na área, que o goleiro Keiler salvou.

Na etapa final, o Hercílio tentou se lançar ao ataque, mas esbarrou em dificuldades para criar lances de perigo. Aos 32 minutos, o atacante Garraty cobrou falta com força e Keiler evitou o empate. Aos 44, o atacante Levi recebeu na área e bateu cruzado, próximo à meta da Chape. Apesar da pressão adversária, o Verdão conseguiu administrar a vantagem e celebrou a vaga após o apito final na Arena Condá.

Leia Também:  Quatro atletas são vetados pelo DM e desfalcam o Figueirense diante do Boa

Marcílio avança

Com a vitória em Itajaí (SC) por 1 a 0, o Marcílio Dias tinha a vantagem do empate. Ao Juventus, que fez melhor campanha na primeira fase, qualquer triunfo bastava. O Marinheiro não só conteve a pressão dos anfitriões como tornou a vencer. Aos oito minutos da etapa final, o volante Guilherme Xavier cobrou escanteio e o zagueiro Wallace fez o gol da classificação do clube visitante, que volta à semifinal do Catarinense após 20 anos.

Vitória do Avaí

O triunfo por 1 a 0 em Criciúma (SC), no jogo de ida, permitia ao Avaí até perder por um gol de diferença para se classificar. Aos 34 minutos, o lateral Edilson abriu o placar para o Leão, de pênalti. Aos 13 do segundo tempo, o lateral Roger cruzou pela direita e o meia Lucas Sebastian empatou de cabeça. Aos 37, o volante Luan Silva levantou na área, pela esquerda, e o atacante Matheus Lucas recolocou os anfitriões à frente, fechando o placar.

Brusque nas semifinais

O empate por 2 a 2 na Arena Joinville dava ao Brusque a vantagem de outra igualdade nesta quarta-feira. Mesmo assim, foi o Quadricolor quem balançou as redes. Aos 33 minutos do segundo tempo, o lateral Airton cobrou escanteio pela direita e o atacante Thiago Alagoano apareceu na pequena área e desviou para as redes, sacramentando a classificação do time da casa.

Edição: Fábio Lisboa

Leia Também:  Copinha de Base do Médio Parnaíba inicia com 14 jogos na 1ª rodada

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Uefa anuncia sanções a clubes, após acordo com desertores da Superliga

Avatar

Publicados

em


Os três times que continuam envolvidos na operação da Superliga dissidente, Real Madrid, Barcelona e Juventus, enfrentarão sanções da Uefa, que chegou a um acordo com os nove outros clubes.

A entidade que governa o futebol europeu disse nesta sexta-feira (7) que os nove clubes que desistiram do plano assinaram uma “Declaração de Comprometimento de Clube” que inclui uma série de etapas de “reintegração”.

Os seis times ingleses – Manchester United, Liverpool, Manchester City, Chelsea, Tottenham Hotspur e Arsenal – além de Milan, Inter de Milão e Atlético de Madri, assinaram o acordo, disse a Uefa em um comunicado.

“Estes clubes reconheceram seus erros rapidamente e agiram para demonstrar sua contrição e seu comprometimento futuro com o futebol europeu”, disse o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin. “O mesmo não pode ser dito dos clubes que continuam envolvidos na chamada ‘Superliga’, e a Uefa lidará com estes clubes subsequentemente”.

A Uefa disse que agora está iniciando procedimentos disciplinares contra Juventus, Real e Barca.

“A Uefa se reservou todo o direito de adotar qualquer ação que considere adequada contra estes clubes que até agora se recusam a renunciar à chamada ‘Superliga’. A questão será encaminhada prontamente aos organismos disciplinares competentes da Uefa”.

Os nove times que voltaram à Uefa concordaram em “adotar todas as medidas em seu poder” para encerrar seu envolvimento na empresa Superliga.

Leia Também:  Fórmula E: último brasileiro campeão, Di Grassi prevê edição atípica

A liga dissidente foi anunciada no mês passado, mas fracassou depois de meras 48 horas.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA