AMARANTE

Política

CCJ aprova a denominação de ‘Mikhail Lavinski’ para a rodovia PI-112

Publicado em

Política


A Comissão de Constituição e Justiça aprovou nesta quarta-feira (16), em reunião virtual, parecer favorável do deputado João Madison (MDB) ao Projeto de Lei Ordinária 124/21 de autoria do deputado Themístocles Filho (MDB), presidente da Assembleia Legislativa (MDB), que denomina de Mikhail Lavinski o trecho da rodovia PI-392 entre os municípios de Baixa Grande do Ribeiro e Bom Jesus, no Sul do Estado.

O deputado Júlio Arcoverde (Progressistas) teve aprovados pareceres favoráveis ao Projeto de Lei 89/21 do deputado Henrique Pires (MDB) e ao Indicativo de Projeto de Lei 28/21 da deputada Teresa Britto (PV) que dispõem sobre a denominação de Deputado Ciro Nogueira Lima ao contorno rodoviário da BR-22 situado no município de Batalha e que regulamenta o uso de veículos de apoio a ciclistas nas rodovias piauienses.

A CCJ aprovou parecer favorável do deputado Henrique Pires ao Projeto de Decreto Legislativo 65/19 do deputado Zé Santana (MDB) que dispõe sobre atribuição de título de cidadão piauiense ao senhor Alzir Pimentel Aguiar Neto.

Leia Também:  Requerimento pede a manutenção do funcionamento de unidades de saúde de Teresina

Em reunião virtual conjunta realizada nesta quarta-feira, a CCJ e a Comissão de Saúde, Educação e Cultura aprovaram parecer favorável do deputado Júlio Arcoverde ao Projeto de Lei Ordinária 113/21 do deputado B. Sá (Progressistas) que declara a procissão do Bom Jesus dos Passos realizada em Oeiras como patrimônio cultural imaterial do Piauí.As proposições seguirão para votação em plenário e foram aprovadas com votos favoráveis dos deputados Nerinho (PTB), presidente da CCJ, Henrique Pires (MDB), Teresa Britto (PV), Gessivaldo Isaías (Republicanos), Francisco Costa (PT), Francisco Limma (PT), João de Deus (PT), Dr. Hélio Oliveira (PL), Ziza Carvalho (PT) e Franzé Silva (PT).

J. Barros – Edição: Katya D’Angelles

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Escola Cidadão Cidadã vai adotar modelo híbrido na volta às aulas

Publicados

em


Atenta ao crescimento do número de infectados pela Covid-19 e pela variante H3N2 do vírus Influenza no mês de janeiro, a Escola Cidadão Cidadã decidiu que o início das aulas, na próxima segunda-feira (24), adotará o modelo híbrido. A adesão à medida segue uma nota técnica publicada no começo de janeiro pela Secretaria de Saúde do Estado do Piauí (Sesapi) e atende à preocupação de alguns pais com o momento de ascensão dos casos de virose em Teresina.

A decisão acompanha o momento da campanha de vacinação no estado. Alunos com idade igual ou maior a 12 anos só poderão assistir às aulas presencialmente apresentando cartão de vacinação Covid-19 atualizado. Para os com menos de 12 anos, a comprovação da vacina ainda não será obrigatória, mas a escola seguirá o protocolo sanitário que limita o número de alunos nas salas. Professores, pais, responsáveis e demais trabalhadores também serão obrigados a mostrar o comprovante de vacinação com pelo menos duas doses.

Para os alunos vacinados que tenham a partir de 12 anos e para os estudantes com menos de 12 anos, a escolha por assistir às aulas presencialmente ou online, neste primeiro momento, ficará a critério dos pais. Apenas as avaliações serão realizadas, obrigatoriamente, no formato presencial.

Leia Também:  Wellington busca parceria com Ministério para Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha

Medidas de proteção como uso obrigatório de máscaras, incentivo à constante higienização das mãos e manutenção de ambientes com ventilação natural continuarão sendo adotadas para seguir a nota técnica da Sesapi e proteger a comunidade escolar. A limpeza dos ambientes e o controle dos casos de Covid-19 entre estudantes também serão mantidos.

Confira o informativo publicado pela Supervisão Pedagógica da Escola Cidadão Cidadã:

“Senhores pais ou responsáveis,
Informamos que devido ao grande número de pessoas infectadas nesse momento pelos vírus Covid-19 e H3N2, nossas aulas irão iníciar dia 24/01/2022, na modalidade híbrida, conforme as observações a seguir:
1 – Para todos os alunos com idade igual ou superior a 12 anos será obrigatória a apresentação do cartão de vacinação Covid-19 atualizado;
2 – Não haverá rodízio e nem grupos, ficando a critério das famílias assistir às aulas presenciais ou online;
3 – Todas as provas serão aplicadas presenciais;
4 – O uniforme é obrigatório a partir do primeiro dia de aula.
5 – O acesso à escola para pais e responsáveis somente com a apresentação do cartão de vacinação Covid-19.

Atenciosamente, 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA