AMARANTE

PIAUÍ

Dezembro Vermelho alerta para o aumento de casos novos de AIDS no Piauí

Avatar

Publicado em

PIAUÍ

casos novos de AIDS no Piauí

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), por meio da Coordenação de Infecções Transmissíveis, realiza, nesta terça-feira (1º), atividades alusivas ao Dia Mundial de Luta contra a AIDS. Durante todo o mês de dezembro, será feito o trabalho de prevenção e diagnóstico para o controle da doença. Este ano, o tema da campanha é o diagnóstico precoce. Nesta terça-feira, a Sesapi realiza Live Webinar, das 16h às 18h, sobre o Dezembro Vermelho. As inscrições podem ser feitas através no link even3.com.br/lutaHIV

De acordo com a coordenadora das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) da Sesapi, Karina Amorim, o Estado do Piauí tem números crescentes de HIV/AIDS e, por isso, é importante que todos se voltem para o controle da doença. “Ao ano, são notificados em torno de 400 casos novos de AIDS e, em torno de cem óbitos no Piauí. Com o diagnóstico precoce, é mais fácil o combate. É importante que a população saiba o seu status sorológico e faça pelo menos uma vez ao ano o teste do HIV”, diz a coordenadora.

Leia Também:  Escola acolhe novos estudantes com palestra sobre saúde mental

A Sesapi está estimulando a todos os municípios do Piauí a intensificarem a campanha do diagnóstico precoce na população. O secretário de Saúde, Florentino Neto, alerta para que o piauiense que testar positivo para a AIDS comece logo o tratamento. “Se for positivo, automaticamente comece o tratamento porque reduz os níveis de carga viral e diminuem as chances de transmissão do vírus para outras pessoas. A pessoa se protege e protege os outros”, afirma o secretário.

O Ministério da Saúde está reforçando este ano a ideia do diagnóstico precoce por barrar a prevenção de novos casos. Quanto mais precoce o tratamento, a carga viral será indetectável, impedindo a pessoa de adoecer, desenvolver Aids e até mesmo de transmitir o vírus para outra pessoa.

casos novos de AIDS no Piauí

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Avatar

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

PIAUÍ

Piauí dá início à vacinação das Pessoas com Deficiência Permanentes

Avatar

Publicados

em


Neste sábado (0) o Piauí deu início à vacinação contra a covid-19 das Pessoas com Deficiência permanentes. Na capital, no posto de drive thru do Teresina Shopping, a deputada federal Rejane Dias e o superintendente de Atenção Primária a Saúde e Municípios da Sesapi, Herlon Guimarães, acompanharam presencialmente a vacinação.

No Piauí, o público alvo foi ampliado. Neste sábado podem receber a vacina pessoas com deficiência permanente (58 e 59 anos), pessoas com transtorno do espectro do autismo (a partir de 18 anos), pessoas com Síndrome de Down (a partir de 18 anos) e pessoas com paralisia cerebral (a partir dos 18 anos).

“É uma importante conquista. O Ministério da Saúde reconheceu a necessidade da inclusão de pessoas com Síndrome de Down, autismo e paralisia cerebral por conta da sua vulnerabilidade. É um momento de alegria, estou presenciando a felicidade dos pais de verem os seus filhos recebendo a vacina e realmente é algo que nos emociona. Grande dia”, disse a deputada Rejane Dias.

Hérlon Guimarães explica que o Estado não seguiu o critério das pessoas que possuem o Cadastro de Prestação Continuada, estabelecido no Plano Nacional de Imunização. “Nós fizemos um instrutivo para que os 224 municípios do Piauí incluíssem no critério de prioridade as pessoas com autismo, Síndrome de Down e paralisia cerebral. Nós saímos na frente para que o maior número de pessoas com deficiência sejam imunizadas, portanto, é um dia importante para o nosso Estado”, afirmou o superintendente.

Leia Também:  Escola acolhe novos estudantes com palestra sobre saúde mental

Para Maria do Socorro, mãe da Patrícia Oliveira, que possui Síndrome de Down, hoje é um dia de comemoração. “As pessoas com Síndrome de Down têm facilidade em contrair doenças pulmonares, então ficamos muito preocupados. Ela não sai de casa e não frequenta aulas presenciais, o que causa o seu estresse. Estávamos muito ansiosos pela vacina e finalmente esse dia chegou. É um alívio, vamos comemorar muito, mas continuaremos mantendo as medidas necessárias até o fim da pandemia”, pontuou.

Além das PCDs, as pessoas com comorbidades (18 a 59 anos), e gestantes e puérperas com comorbidades (a partir dos 18 anos) também se vacinam hoje. A vacina utilizada é a Covishield, do laboratório Astrazeneca, produzida em parceria com a Universidade de Oxford e a Fiocruz.

Vacinação de pessoas com deficiência
Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA