Menu...

12 de dezembro de 2017

USP e estudantes fazem hoje audiência de conciliação


Hospital de Olhos
Na tarde de hoje (8) acontece uma audiência de conciliação entre estudantes e representantes da reitoria da USP (Universidade de São Paulo). A Justiça decidiu marcar a reunião após a universidade entrar com uma ação para a reintegração de posse do prédio da reitoria, invadido no dia 1º de outubro.

A ação movida pela universidade pede a desocupação do prédio. O juiz Marcos Pimentel Tamassia, da 12ª Vara da Fazenda Pública da capital, decidiu, no entanto, fazer a audiência antes de analisar o pedido de liminar, apontando o caso como "uma questão delicada".

Sociedade está cansada de protesto ilegal e violento, diz reitor da USP
Para pressionar estudantes, USP corta energia do prédio da reitoria
Após protestos, USP marca para 19 de dezembro eleições para reitor

Os estudantes, em greve, pedem que a eleição para reitor seja direta e o fim da lista tríplice enviada ao governador do Estado, que hoje escolhe um entre os três mais votados pelos colégios eleitorais –formados, principalmente, por professores titulares.

O Sintusp (Sindicado dos Trabalhadores da USP), a Adusp (Associação dos Docentes da USP) e o DCE (Diretório Central dos Estudantes) vão participar da audiência de reconciliação. Em nota, o Sintusp informou que tem apoiado a ocupação e que vai defender que o juiz não peça a reintegração de posse.

Os estudantes que ocupam o prédio da reitoria da USP dizem esperar que a audiência de conciliação dê início ao diálogo com o reitor.

Eles marcaram protesto para amanhã, que deverá sair do vão do Masp, na avenida Paulista, em direção à Assembleia Legislativa, na zona sul de SP.

A assessoria de imprensa da USP afirma que sempre foi aberta ao diálogo.

Radar Financeira

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE