Menu...

17 de Janeiro de 2018

Moradores sofrem com rede de esgotos a céu aberto há seis dias no centro de Amarante; fotos!


Hospital de Olhos

Os moradores da rua Marechal Floriano, no Centro de Amarante, vêm sofrendo há mais de cinco anos com o mau cheiro exalado por uma antiga rede de esgotos. Com o passar dos anos, o calçamento começou a ceder e o trânsito de veículos, bicicletas e pedestres ficou impossibilitado.

A empresa BM Engenharia, responsável pelas novas instalações da rede de Saneamento Básico no município, após ser apontada pela prefeitura como a causadora dos constrangimentos, acompanhou a abertura da rede, feita pelo funcionário da administração municipal “Jorge da Mocinha”. Junto comprovaram aos moradores que as antigas manilhas estão entupidas.

Ao Portal Somos Notícia a empresa garantiu que o dever de correção da obra é da Prefeitura. “São manilhas que não pertencem à nossa rede”, afirmou o encarregado da BM Engenharia, Antonio Cléber, ao garantir que a empresa se mantém no intuito de colaborar com os moradores.

A abertura da rede foi feita na última sexta-feira, 17, e há seis dias se mantém a céu aberto tornando impossível aos moradores permanecerem no local. “Nós tivemos que mudar de quarto para tentar conseguir dormir”, disse ao portal Somos Notícia a moradora da rua, Sônia Melo da Silva.

Ela assegura ainda que não prepara mais as refeições na casa onde mora. “Eu não consigo mais ficar na residência. Até as refeições estou preparando em outro lugar, pois não há quem suporte o mau cheiro”.

O secretário Municipal de Assistência Social, Josineide Amorim, é residente na mesma rua e tentou sensibilizar o assessor responsável pela pasta. “Conversei com o vice-prefeito para nos ajudar a resolver o problema, mas o secretário de Infraestrutura José Orlando afirmou que vai notificar a empresa e que não vai realizar a obra.”

“Eu também estive conversando com o José Orlando por celular e ele me disse que a prefeitura não vai resolver o problema”, reforçou Sônia Melo.

Nos seis dias de esgoto a céu aberto, crianças escapam da vigília dos pais e logo são vistas brincando no local até mesmo se molhando com a água preta acumulada no esgoto.

O secretário orientou a moradora a procurar o Ministério Público para solucionar o problema. “Leve ao promotor o documento assinado pela empresa confirmando que ela(a empresa) não vai resolver o problema.” Sonia Melo disse que ia denunciar no Ministério Público, foi quando ouviu o secretário dizer ironicamente que “Justiça é para homem”.

Aos moradores resta apenas a certeza de que o problema tem que ser resolvido independentemente de onde parta a solução.

10906351_1807209539504953_8266053997446831717_n

Tags: ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE