3:11 pm - quinta-feira novembro 24, 5278

Erro: cliente recebe fatura de R$ 144 mil

Edição e postagem: Leomar Duarte, em 04-12-2013 15:28 | Última modificação: 04-12-2013 15:29
Hospital de Olhos

As operadoras de telefonia estão no topo do ranking das reclamações nos órgãos de defesa do consumidor. Cobranças indevidas são as queixas mais frequentes. Em Campo Grande, um cliente recebeu uma fatura de celular de mais de R$ 144 mil por ligações que nunca fez para o exterior. A cobrança é referente a quatro linhas, sendo três delas o comerciante Luciano Augusto Chagas diz que nunca usou. No detalhamento da conta, com oito páginas, há registros de ligações para a Argentina.

Chagas conta que ligou para a operadora assim que viu o valor da conta. O comerciante relata ainda que os problemas com a operadora começaram em setembro, quando começaram a se cobrados valores acima da média de consumo. A conta, que costumava variar de R$ 300 a R$ 500, passou para R$ 800.

Este ano foram abertos 401 processos no Procon referentes a telefonia celular em Campo Grande. Destes, 208 referem-se a cobranças consideradas indevidas e abusivas. No ranking da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), esse tipo queixa dos consumidores também está em primeiro lugar e equivale a 25% dos registros;

O comerciante Mike Hernandes também teve problemas com uma conta de celular no valor de R$ 40 mil. A maior parte da cobrança é referente a ligações feitas para a Argentina. Mike disse que já ligou várias vezes para a operadora contestando o valor da conta, mas até agora não conseguiu resolver o problema e teve a linha cortada.

A Anatel recomenda que as operadoras suspendam as cobranças contestadas por clientes e evitem o corte da linha enquanto o problema não for resolvido. O telefone da central de atendimento da Anatel é 1331, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas.

Fonte: G1

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE