Menu...

19 de junho de 2018

Alunos da Ufop com notas baixas podem perder moradia em república


Hospital de Olhos
Estudantes da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) que tiverem notas iguais ou abaixo a 5 pontos poderão perder o direito de morar nas repúblicas mantidas pela instituição a partir de 2014. As médias variam em uma escala de 0 a 10 pontos. A iniciativa foi aprovada no último dia 21 e faz parte da reformulação do estatuto interno, que passou por alterações.

De acordo com a coordenadora de Assuntos Estudantis da Pró-Reitora de Assuntos Comunitários e Estudantis, Camélia Vaz, a decisão foi fruto de um trabalho coletivo que reuniu servidores, professores e estudantes. “A construção e o desenvolvimento foram divulgados. Houve conhecimento da comunidade interna, apreciação e aprovação do Conselho Universitário”, explica Camélia.

O objetivo da Ufop é acompanhar o rendimento acadêmico e, em contrapartida, a permanência dos alunos nas casas mantidas pela universidade. “Não é uma decisão punitiva, mas sim um acompanhamento que já é feito semestralmente”. Camélia diz ainda que a proposta foi debatida entre os envolvidos. Ainda conforme a coordenadora, o índice de rendimento semestral é feito por meio das notas recebidas pelos alunos em cada disciplina.


O aluno que teve nota baixo da média é procurado pela universidade e passa por um acompanhamento durante o semestre. Caso a baixa de rendimento persista por dois semestres consecutivos, o estudante perderá o direito de morar nas repúblicas federais. O monitoramento vai começar a partir do primeiro semestre de 2014.

Atualmente, segundo a Ufop, 59 repúblicas mantidas pela instituição na cidade abrigam cerca de 600 alunos. A Ufop oferece 48 cursos, entre presenciais e a distância.

Comente aqui

nec risus. et, consectetur elit. dolor. Aliquam porta. venenatis,