AMARANTE

ECONOMIA

Banco Central nega falha de segurança no Pix e adverte contra golpes

Avatar

Publicado em

ECONOMIA


Eventuais golpes que ocorram por meio do Pix decorrem da manipulação de contextos sociais por fraudadores, não de falhas de segurança no sistema, advertiu hoje (30) o Banco Central (BC), no encerramento da campanha O Pix é novo, mas os golpes são antigos. Segundo a autoridade monetária, cabe ao usuário precaver-se para não ser lesado.

“Em situações de medo ou ganância, pare e pense no contexto e se faz sentido. Então, tome domínio da situação”, disse o chefe-adjunto do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do Banco Central, Carlos Eduardo Brandt, no painel de encerramento da campanha, transmitido ao vivo pela internet.

Segundo os participantes do evento, o Pix representa apenas um meio de pagamento, que não está relacionado diretamente ao descuido de quem cai numa fraude. Os participantes do evento listaram os principais golpes: pedido de dinheiro por aplicativo de mensagem clonado (Whatsapp ou Telegram) de amigos e conhecidos; SMS, e-mail ou ligações que pedem atualização de cadastros com links para páginas falsas e lojas virtuais falsas que jamais enviam os produtos comprados.

Leia Também:  Pagamento do novo auxílio emergencial começa na próxima terça-feira

Nessas situações, o Pix, informou o Banco Central, é mais seguro que os mecanismos tradicionais de transferência. Isso porque a ferramenta fornece as informações do receptor do pagamento, como nome completo e parte do número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou do Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ). Cabe ao usuário conferir os dados de quem recebe a transferência.

Dicas

Os participantes do painel deram dicas para evitar cair em golpes. No caso de clonagem de aplicativos de mensagens, deve-se telefonar para a pessoa para confirmar o pedido de dinheiro. No caso de atualizações cadastrais que resultem na clonagem da conta bancária, o cliente jamais deve clicar em links enviados e deve ligar de volta para a instituição financeira para perguntar se os dados bancários estão em dia.

Em relação a lojas virtuais falsas, o usuário deve primeiramente verificar se o endereço da página, que se parece com o da loja original, tem alguma letra trocada e desconfiar de produtos e de serviços em condições supervantajosas. Por fim, o consumidor pode tentar navegar no site para ver se a página é verdadeira.

Leia Também:  Governo do Rio negocia abertura de vagas temporárias para o Natal

Edição: Aline Leal

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ECONOMIA

Secretário Nilton Borgato entrega mais de 2 mil cartões de auxílio financeiro do Programa Ser Família

Avatar

Publicados

em


“Faz muita diferença para a minha família, pois estou desempregada e a renda do meu marido não é suficiente pra comprar comida pra toda família, estou muito feliz e grata”, disse emocionada a dona de casa Elizangela Augusta dos Santos, ao receber o cartão do Programa Ser Família Emergencial, pelas mãos do secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Nilton Borgato, no município de Curvelândia (297 KM à Oeste de Cuiabá).

O gestor, que representou o governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes, realizou a entrega dos cartões para mais de 2.200 famílias de 10 cidades da região Oeste. Na ocasião ele reforçou a importância deste auxílio financeiro disponibilizado por cinco meses, para mais de 100 mil famílias em todo o Estado.

“Estes 150 reais ofertados pelo Estado vêm em um momento oportuno, onde muitas famílias realmente precisam de apoio, pois estão em situação de vulnerabilidade por conta da pandemia. Graças a esta iniciativa da primeira-dama, Virgínia Mendes, juntamente com a equipe da Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Setasc), que este auxílio foi viabilizado e conquistado para as famílias, e, com certeza, vai fazer a diferença na vida de todos”, reforçou Borgato.

Leia Também:  Produção de grãos cresce 5,7% e chega a 271,7 milhões de toneladas

O projeto social idealizado pela primeira-dama Virginia Mendes, tornou-se um programa do Governo do Estado que conta com o apoio da Assembleia Legislativa para atender as famílias carentes, com renda per capita de até R$70, inclusas no Cadastro Único da Assistência Social, nos 141 municípios de Mato Grosso. Ao todo, serão investidos mais de R$ 75 milhões.

A senhora Vera Lúcia Veríssimo de Moura, diz que o cartão foi um presente de dia das mães, porque com este auxílio financeiro poderá garantir a compra de alimentos para a família. “Meu dia das mães será maravilhoso, porque vou poder comprar uma carne, um leite, servir um almoço digno para os meus filhos, que é o que toda mãe sonha, tem coisa melhor?!” disse a moradora de Jauru.

A prefeita de Glória D’Oeste Gheysa Borgato ressaltou a importância deste auxílio para as famílias carentes, “aqui mais de 200 famílias vão receber a transferência de renda pelo Ser Família Emergencial, o que vai garantir que a população mais carentes possa ter uma alimentação digna, principalmente, no momento de pandemia, em que as dificuldades financeiras ficaram ainda mais graves”, falou.

Leia Também:  Pagamento do novo auxílio emergencial começa na próxima terça-feira

Nilton Borgato realizou a entrega dos cartões nas cidades de: Araputanga (com a entrega de 709 cartões), Lambari D’Oeste (355), Jauru (155), Figueirópolis D’Oeste (68), Indiavaí (19), Porto Espiridião (181), Curvelândia (226), Rio Branco (221), Salto do Céu (65) e Glória D’Oeste com a entrega de 217 cartões, somando um total de 2.216 cartões entregues para as famílias desta região.

Nesse momento de pandemia, o Governo do Estado também promoveu a entrega de mais de 400 mil cestas básicas para as famílias necessitadas, por meio do projeto Vem ser Mais Solidário, que também é coordenado, de forma voluntária, pela primeira-dama Virgínia Mendes e é uma parceria com associações, entidades, igrejas e prefeituras.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA