AMARANTE

ESPORTES

Atlético-MG vence Santos de virada e mantém vantagem no Brasileiro

Publicado em

ESPORTES


O Atlético-MG deu mais uma prova de que está firme na luta pelo título do Campeonato Brasileiro após derrotar o Santos por 3 a 1 de virada, nesta terça-feira (13) no estádio do Mineirão, pela 26ª rodada, e chegar à incrível marca de 18 jogos de invencibilidade na competição.

O triunfo foi importante para o Galo, que manteve a ponta da classificação com 56 pontos, 11 à frente do Flamengo, que bateu o Juventude por 3 a 1 também nesta noite. Já o Santos fica à beira da zona do rebaixamento, na 16ª posição com 28 pontos.

Após um primeiro tempo no qual conseguiu segurar a pressão dos donos da casa, o Peixe abriu o placar logo aos 3 minutos da etapa final, quando Raniel bateu forte da entrada da área após receber de Lucas Braga.

Leia Também:  Brasil terá elenco experiente em Mundial de Handebol Masculino

Porém, o Galo é muito forte jogando em casa, e não demorou a empatar. Aos 24 minutos o argentino Nacho Fernández cobrou pênalti com perfeição para deixar tudo igual. E bastaram mais cinco minutos para vir a virada, com Nathan Silva fazendo de cabeça após bola levantada na área em cobrança de falta.

E o triunfo foi sacramentado aos 35 minutos, em nova cobrança de pênalti, novamente a cargo de Nacho Fernández, que, dessa vez viu João Paulo defender inicialmente de forma parcial, mas que marcou no rebote.

O líder do Brasileiro volta a entrar em campo no domingo (17), quando visita o Atlético-GO. No mesmo dia o Santo vai até o Recife medir forças com o Sport.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Série D: Campinense-PB faz 1 a 1 com Atlético-CE em semi fora de casa

Publicados

em


Atlético-CE e Campinense empataram em 1 a 1 no jogo de ida da semifinal da Série D, no Estádio Domingão, em Horizonte (CE), em partida transmitida ao vivo pela TV Brasil. O duelo foi marcado pelo equilíbrio das duas equipes, já que ambas asseguraram no  último fim de semana o tão sonhado acesso à Série C do Campeonato Brasileiro no ano que vem.  Os donos da casa ainda tiveram um pênalti a seu favor, validado pelo recurso do árbitro de vídeo (VAR), e poderiam ter saído com a vitória, mas Mauro Iguatu fechou o gol da Raposa com uma defesa brilhante. 

A decisão da vaga para a final da Série D 2021 ficou para o próximo sábado (30), às 16h (horário de Brasília), no Estádio Amigão, em Campina Grande (PB). Se houver um novo empate, a classificação será definida após cobrança de pênaltis. O adversário na decisão do título será o vencedor da outra semi, entre Aparecidense-GO e ABC-RN, cujo jogo de ida a TV Brasil transmite às 16h deste domingo (24). 

Sob forte calor no primeiro tempo, acima de 30 graus, o jogo começou lento e com pouca criatividade.  As parcas finalizações começaram a partir dos 13 minutos, com Erick Pulga. O atacante da Águia de Precabura soltou uma bomba, mas o goleiro Iguatu estava atento e defendeu.  No minuto seguinte, Matheus Régis chutou de canhota e quase abriu o placar para o Campinense, mas a bola parou nas mãos do goleiro Carlão. 

Leia Também:  Brasil terá elenco experiente em Mundial de Handebol Masculino

Após o intervalo para hidratação, Filipe Ramon  chegou à linha de fundo e rolou para Pulga, que mergulhou e por pouco não inaugura o marcador para o Atlético-CE.  

A partir da segunda etapa, o jogo ganhou em intensidade, com a Águia saindo na frente logo ao cinco minlutos, após linda jogada de Alisson Henrique: ele invadiu a área pela esquerda e cruzou na medida para Dudu Itapajé mandar para o fundo da rede.  pela esquerda. O Campinense não esmoreceu, e aos 13 minutos o técnico Parielle Ribeiro colocou atacante Vitinho em campo, no lugar de Juliano. Bastaram sete minutos e foi dele o gol de empate no  no Domingão. O camisa 23 aproveitou sobra na grande área e mandou para o fundo da rede, garantindo o 1 a 1. 

Na sequência ocorreu o lance polêmico da partida, numa jogada de Alisson Henrique que tentou o cruzamento pela esquerda, mas o zagueiro Dênis, do Campinense, cortou a bola para escanteio, no mesmo instante que caiu. Os jogadores do Atlético-CE pediram pênalti. O VAR foi acionado. O árbitro da partida, Fábio Augusto Santos Sá Júnior, conferiu as imagens do lance e confirmou o pênalti.  Dudu Itapajé, que já fizera o primiero gol da Águia, cobrou forte, mas brilhou a estrela do goleiro Iguatu, que defendeu com galhardia, e a partida terminou mesmo empatada em 1 a 1.

Leia Também:  Atlético empata com Tombense e vai à 15ª final consecutiva no Mineiro

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA