AMARANTE

PIAUÍ

Alzenir Porto assume presidência da Federação Nacional das Juntas Comerciais

Avatar

Publicado em

PIAUÍ


A presidente da Junta Comercial do Estado do Piauí (Jucepi), Alzenir Porto, foi eleita presidente da Federação Nacional das Juntas Comerciais (Fenaju), em assembleia geral ordinária realizada de forma virtual, nessa quinta-feira (25). A presidente da Junta Comercial do Estado do Pará (Jucepa), Cilene Sabino, assume como vice-presidente geral da entidade.

Para Alzenir Porto, a presidência da Fenaju projeta o Piauí no mapa nacional. “É com muito orgulho que assumimos a presidência da entidade que reúne todas as juntas comerciais do Brasil. Nesse cenário de pandemia, a classe empresarial e as juntas comerciais precisam trabalhar em parceria para a retomada segura das atividades econômicas”, afirma a gestora.

Reunião virtual de eleição da nova diretoria da Fenaju

A nova direção da Fenaju assume a partir de 1º de abril e tem como missão aprimorar os serviços das juntas comerciais em prol do desenvolvimento econômico. “Vamos trabalhar para reduzir a burocracia e simplificar procedimentos com vistas à melhoria do ambiente de negócios, facilitando a vida do empresariado”, enumera Alzenir Porto.

Presidente da Jucepi, Alzenir Porto, é eleita presidente da Federação Nacional das Juntas Comerciais (Fenaju)

A Fenaju foi criada em 2017 para suceder a Associação Nacional de Presidentes de Juntas Comerciais (Anprej). Por meio da troca de experiências entre gestores de diferentes estados, a federação proporciona uma atuação estratégica dos órgãos de registro para incentivar o empreendedorismo.

Leia Também:  TRE-PI entrega moção de agradecimento e aplauso ao presidente da Cepisa
Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Avatar

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

PIAUÍ

Secretária do Meio Ambiente realiza live de apresentação do ICMS Ecológico 2021

Avatar

Publicados

em


A secretária de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Sádia Castro, apresentou, nesta segunda-feira (12), por meio de uma live, o ICMS Ecológico 2021. O evento contou com a presença do conselheiro substituto do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Delano Câmara; da coordenadora da Comissão de Avaliação e Desempenho Ambiental (Cadam), Adriana Sá; do presidente da Associação Piauiense dos Prefeitos (APPM), Paulo César Moraes e do procurador chefe do Patrimônio Imobiliário e Meio Ambiente
da Procuradoria Geral do Estado (PGE), Lívio Bonfim.

“O ICMS ecológico é um artifício para premiar os municípios que realizam boas ações de gestão ambiental. É importante dizer que os critérios estabelecidos seguem o plano nacional de meio ambiente, na política nacional de meio ambiente e o no que reza a Constituição Federal sobre a responsabilidade dos órgãos federativos com relação à proteção ambiental”, explicou Sádia Castro.

Nove critérios são estabelecidos pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos -Semar, através do ICMS Ecológico, que classifica o município com o selo A, B ou C. “O município que conseguir cumprir 6 critérios estabelecidos, é contemplado com o selo A. Se quatro critérios forem cumpridos, a cidade será contemplada com o selo B, mas se o município conseguiu atingir apenas três critérios, ele receberá o selo C”, informou a secretária.

Leia Também:  Wellington Dias trata sobre plano de imunização com presidentes da Câmara e do Senado

De modo geral, os critérios estão relacionados à redução de queimadas e desmatamento, vem como gestão de resíduos sólidos, proteção dos mananciais e a criação da legislação ambiental.

A live foi vista por 186 pessoas, que estão entre prefeitos e secretários municipais do meio ambiente. Para quem não assistiu, o vídeo continua disponível no canal do Youtube da Semar, e o e-mail [email protected] está disponível para tirar dúvidas sobre o Edital, com os auditores fiscal ambiental.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA