AMARANTE

Política

Agricultura familiar ganha impulso com distribuição de kits irrigação em municípios

Publicado em

Política

Dezoito municípios piauienses em sete territórios de desenvolvimento receberam 69 kits irrigação direcionados a famílias da agricultura familiar, através do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Piauí (Emater-PI), por meio de emenda parlamentar, no valor de R$ 152.977, destinada pelo deputado estadual Franzé Silva (PT).

Os municípios contemplados são: União (16); Oeiras (9); Pedro II (6); Angical do Piauí (4); Teresina (3); Valença do Piauí (3); São Julião (3); Ribeiro Gonçalves (3); Corrente (3); Luzilândia (3); Novo Oriente do Piauí (2); Barro Duro (2); Barras (2); Juazeiro do Piauí (2); José de Freitas (2); Fronteiras (2); Cajazeiras do Piauí (2); Alagoinha do Piauí (2).

Franzé Silva observa que a agricultura familiar responde por cerca de 70% alimentos que vão à mesa dos brasileiros e que é necessário investir mais no setor. “Temos que olhar para os pequenos produtores, para as famílias que vivem da agricultura e carecem muito de financiamento, equipamentos, assistência técnica e outras formas de amparo”.

Leia Também:  Projeto de Lei busca a valorização dos artistas piauienses

O parlamentar assinala que, também por meio do Emater, em parceria com a Agência de Fomento do Piauí (Piauí Fomento), “estamos viabilizando aos agricultores e agricultoras orientações sobre a elaboração de projetos, para que possam buscar financiamento para suas atividades”.

Prática agrícola

O diretor-geral do Emater, Leonardo Nogueira, destaca, além da importância dos kits irrigação o fortalecimento e expansão da agricultura familiar no Piauí, que o órgão está desenvolvendo, junto às regionais, projeto de inserção de estudantes para estágio em prática agrícola.

“Esse projeto visa ao desenvolvimento de projetos e aplicação de técnicas no campo, com a finalidade de impulsionar a produção. A assistência ao homem e mulher do campo é fundamental, inclusive com a criação de mecanismos para escoamento da produção local, como já temos articulado”, explica.

Ascom Deputado Franzé Silva – Edição: Katya D’Angelles

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Deputados apresentaram vários projetos para combater a violência contra a mulher

Publicados

em


O 7º Boletim de Ocorrências de Violência Contra a Mulher, divulgado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-PI) no final do ano passado, informa que houve 22 casos de feminicídio de janeiro a setembro de 2021. Em razão desse fato, os parlamentares da Assembleia Legislativa atuaram para apresentar medidas com o objetivo de minimizar o problema.

O deputado estadual Severo Eulálio (MDB), por exemplo, apresentou à Casa um Projeto que foi sancionado pelo Poder Executivo (Lei nº 7.567, de 31 de agosto de 2021) e institui o programa de cooperação e “Código Sinal Vermelho”.

Trata-se de uma forma de pedido de socorro para mulheres que se encontram em situação de violência doméstica ou familiar. Com a medida, atendentes de farmácias, restaurantes ou outros profissionais que trabalham com atendimento podem acionar a polícia ao identificarem o pedido de ajuda de vítimas, sinalizado por um “x” vermelho na mão.

Uma outra forma de combater a violência de gênero é por meio da capacitação profissional e da geração de emprego e renda. Assim, o deputado Gessivaldo Isaías (Republicanos) apresentou o Projeto de Lei Nº 222/2021, que institui o selo Práticas Inovadoras de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher.

Leia Também:  Novo lote de vacinas pediátricas chega ao Piauí e municípios já vacinam crianças

O PLO tem o objetivo de promover o reconhecimento das empresas que atuam desenvolvendo ações voltadas para a prevenção da violência contra a mulher, como a contratação de vítimas de agressão para seus quadros funcionais e a divulgação de informações sobre o tema por meio de palestras e reuniões.

Andréia Sousa – Edição: Katya D’Angelles

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA