12:42 am - terça-feira novembro 21, 2017

Teclado brota em tela de smartphone e desaparece

Edição e postagem: Denison Duarte, em 11-01-2014 22:04 | Última modificação: 11-01-2014 22:06
Teclado brota em tela de smartphone e desaparece

Hospital de Olhos

Teclado físico que aparece em telas sensíveis ao toque e depois desaparece sem deixar rastros pode começar a equipar smartphone e tablets este ano. Vídeo mostra tecnologia

São Paulo – A empresa norte-americana Tactus Technology promete que sua tecnologia, definida por sites internacionais como pura “mágica”, deve ser lançada este ano para equipar dispositivos móveis como smartphones e tablets. Trata-se de um teclado que surge em telas planas sensíveis ao toque e depois desaparece sem deixar vestígios.

A informação é do site Business Insider, que conversou com o CTO da empresa Micah Yairi durante a Consumer Electronics Show (CES) 2014, em Las Vegas, encerrada ontem.

O vídeo com a demonstração da tecnologia pode ser visto abaixo, e realmente impressiona.

“Quando você termina (de digitar), o teclado se reverte em uma tela plana touchscreen normal”, disse a Wired, antes de complementar que a tecnologia ainda precisa de algum polimento, mas que parece “absolutamente mágica”.

A solução pode acabar com a reclamação de parte dos usuários que não se conformam com a perda dos teclados físicos, que permitem maior produtividade para quem digita por horas a fio.

O sistema, porém, tem potencial de agradar até quem não sentia tanta falta assim dos botões já que, segundo a empresa, “a sensação de tocar é cinco vezes mais rápida que a da visão”.

A solução criada pela empresa pode ser adaptada em qualquer tela sensível ao toque, já que ela simplesmente substitui a camada mais superficial dos dispositivos.

Os botões surgem na hora em que fluídos passam por micro canais e expandem a camada de polímeros na tela, criando o que pode ser visto no vídeo abaixo.

A ideia da Tactus é fazer com que a tecnologia, que já estava presente na CES 2013, saia de série em alguns smartphones e tablets no futuro.