Empresas de tecnologia de informação descobrem potencial dos autistas
4:29 am - quarta-feira setembro 20, 2017

Empresas de tecnologia de informação descobrem potencial dos autistas

Edição e postagem: Denison Duarte, em 20-10-2013 14:25 | Última modificação: 20-10-2013 14:25
Educandário Menino Jesus

As empresas do setor de tecnologia de informação descobriram o enorme potencial de pessoas autistas, como o personagem imortalizado por Dustin Hoffman em ‘Rain Man’ há 25 anos.

O fabricante alemão de software para empresas SAP decidiu em maio empregar nos próximos anos centenas de autistas para formá-los em testes de software e programação, e em setembro começou a seleção na cidade alemã de Walldorf.

A SAP já selecionou oito autistas para serem treinados nos próximos meses e que começarão a trabalhar em janeiro de 2014 na Alemanha.

Os autistas se destacam pela excepcional habilidade de buscar e reconhecer erros porque são pessoas muito perfeccionistas, ligadas em detalhes e podem ficar concentradas durante muitas horas.

Os autistas têm habilidades lógicas e analíticas muito desenvolvidas, assim como seriedade e tolerância zero aos erros.

A SAP quer que até 2020 1% dos 65 mil empregados da companhia sejam autistas, a mesma proporção de autistas em relação à população.

A diretora de Diversidade e Integração da empresa, Anka Wittenberg disse à Agência Efe que começaram em 2011 um projeto similar na Índia, onde trabalharam com autistas e comprovaram que o autismo e a tecnologia de informação se dão bem, especialmente em testes e controles de garantia de qualidade.

‘Também nos demos conta que essa medida tem um efeito muito positivo em nossa cultura porque os autistas não entendem o sarcasmo, sempre dizem a verdade e se concentram muito bem em processos que se repetem’, acrescentou Wittenberg.

Após o sucesso da experiência na Índia, a empresa decidiu fazer o mesmo na Irlanda em dezembro de 2012 e este ano no Canadá e nos Estados Unidos.

Dustin Hoffman foi o primeiro a falar do mundo dos autistas através do cinema ao protagonizar ‘Rain Man’ em 1988, e, dez anos depois, Miko Hughes interpretou um autista em ‘Código Para o Inferno’.

O autismo é um comportamento, qualificado como transtornos de espectro, que afeta de maneira e grau diferentes cada pessoa e é caracterizado por dificuldades na interação social e nas habilidades de comunicação.

A SAP trabalha com Specialisterne, uma iniciativa dinamarquesa cujo objetivo é integrar no mercado de trabalho um milhão de autistas que não são limitados intelectualmente.

A Specialisterne, fundada por Thorkil Sonne, pai de uma criança autista, oferece consultores em tecnologia da informação que têm um diagnóstico no espectro do autismo ou similares, como autismo, Síndrome de Asperger, TDA, TDAH ou Síndrome de Tourette.

Sonne ganhou o prêmio de empresário social em 2012 no Fórum Econômico de Davos.

Entre os clientes de Specialisterne estão Microsoft, Siemens, a empresa sueca de serviços financeiros Nordea e a empresa dinamarquesa de telecomunicações TDC.

A empresa berlinense Auticon é a primeira na Alemanha a empregar exclusivamente autistas como consultores no setor de tecnologia da informação.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE