4:47 am - domingo novembro 19, 2017

Wilson tem problemas com obras e pede agilidade

Edição e postagem: Denison Duarte, em 18-01-2014 09:04 | Última modificação: 18-01-2014 09:04
Wilson tem problemas com obras e pede agilidade

Hospital de Olhos

O governador Wilson Martins (PSB) se reuniu com as construtoras que prestam serviços ao Governo do Estado para pedir agilidade no andamento das obras. O encontro foi realizado com representantes das construtoras: Jurema, Hidros, Sucesso, Getel, Multipla, Santa Inês e Terracon. 

O diretor- geral do DER-PI Severo Eulálio e o secretário de Infraestrutura participaram. “Estamos vivendo um problema com obras públicas que tem uma série de amarras, queremos vencer isso.”, adiantou Wilson Martins. 
Wilson Martins pediu um monitoramento da situação das obras e quer saber dos empreiteiros o estágio de cada obras. Se possível, o governador quer adiantar o cronograma e quer saber o que vai ser possível inaugurar ainda no primeiro semestre, até abril. O governador disse que está vivendo um problema no Estado.

“Quando se fala em obra pública não se pode falar em prazo de conclusão, porque há uma série de amarras. Temos dificuldades para contratar um maior número de obras porque as empresas não estão dando conta. O que eu posso dizer é que a construtora da ponte está cumprindo os prazos e o importante é que ela será entregue e bem feita”, declarou.

As maiores obras em andamento são de mobilidade entre estradas e urbanas, que envolvem pontes, viadutos e duplicações. O governo assegura que tem recursos em caixa e quer evitar empecilhos que possam retardar o andamento das construções.

“Em obra pública não tem como estabelecer prazo. Isso ocorre, porque as construtoras desse Estado nunca tiveram tanta obra para fazer. Nosso lema é fazer muitas obras, mas obras de qualidade. Não adianta fazer uma obra que não resiste a primeira chuva”, comentou Wilson Martins.

Ponte Wall Ferraz – Wilson afirmou que a obra é avaliada em R$ 25 milhões e é realizada pela Construtora Sucesso. A ponte tem estrutura mista de concreto e aço, com 252 metros de comprimento por 14 de largura.

O governador não arriscou dar prazo para conclusão, sem antes se reunir com os executivos da empreiteira. Mas a previsão de conclusão da obra da ponte Wall Ferraz é dezembro de 2014. Ele destacou que a obra é feita em parceria com a Prefeitura de Teresina e destacou a importante da ponte para mobilidade urbana na capital.

“Essa obra e todas as outras que estão sendo feitas na capital são resultado de uma parceria de sucesso entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Teresina.”, comentou.

Wilson Martins disse que a ponte vai desafogar o trânsito e vai se juntar ao Rodoanel e à ponte da Frei Serafim, a fim de melhorar a mobilidade em Teresina. “Não há nada mais irritante do que chegar atrasado no trabalho por causa de um engarrafamento ou trânsito lento. Essa obra irá melhorar a vida das pessoas e trazer mais desenvolvimento para a cidade.”, destacou.

Fonte: Portal AZ / Por Luciano Coelho