2:35 am - terça-feira novembro 21, 2017

Dilma veta ‘reaposentadoria’ e decide aprovar regra alternativa a fator previdenciário

Edição e postagem: Denison Duarte, em 05-11-2015 11:36 | Última modificação: 05-11-2015 11:42
Dilma veta ‘reaposentadoria’ e decide aprovar regra alternativa a fator previdenciário

Foto: Folha de São Paulo

Hospital de Olhos

Reaposentadoria – Uma nova regra sancionada pela presidente Dilma Rousseff nesta quinta-feira, 5, se mostrou mais favorável às aposentadorias do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

A regra diz respeito à nova fórmula que o Congresso Nacional aprovou intitulada de 85/95 que passa a somar o tempo de contribuição à idade. Trata-se de uma forma alternativa ao fator previdenciário.

Na ocasião, a presidente aproveitou para vetar a “reaposentadoria”, que é o pedido de recálculo do benefício após cinco anos de trabalho contados a partir da aposentadoria regular.

De acordo com a Folha de São Paulo, “a mudança relacionada às regras de aposentadoria vai resultar numa economia de R$ 17,5 bilhões —contra previsão inicial de R$ 12,2 bilhões— para o período 2015 e 2018.”

Já para os homens que buscarem a aposentadoria depois da nova regra, “a soma deverá ser de 95 pontos, com tempo de contribuição de pelo menos 35”, completa a Folha.

reaposentadoria

Foto: Folha de São Paulo

Edição e postagem: Denison Duarte