3:28 am - quarta-feira julho 26, 2017

PSB trabalha para divulgar “marca” Campos

Edição e postagem: Denison Duarte, em 25-08-2013 22:21 | Última modificação: 25-08-2013 22:31
Hospital de Olhos

Eduardo Campos (PSB) ainda não anunciou candidatura à Presidência em 2014, mas diretórios do PSB deram a largada da pré-campanha e começam a difundir o nome do governador de Pernambuco pelo interior do país.

Comandos estaduais do PSB têm articulado reuniões com prefeitos, vereadores e militantes, com o projeto presidencial na pauta. O objetivo é incitar os pessebistas a divulgar a "marca" Campos.

"Ele não disse a ninguém que é candidato, mas também não negou. Não dizendo que não é, já sabemos que é", disse o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE).

Na pesquisa Datafolha de agosto, Campos apareceu como o presidenciável mais desconhecido do eleitorado: apenas 7% disseram conhecê-lo muito bem. No caso da presidente Dilma, esse percentual vai a 58%.

Em Mato Grosso, a direção do partido já promoveu duas reuniões no interior e planeja mais dez até setembro. "Eles [militantes municipais] vão fazer esse diálogo em suas cidades, informando da perspectiva da candidatura de Eduardo", disse o deputado federal Valtenir Pereira, presidente do PSB de Mato Grosso.

No Piauí, dirigentes do PSB pegam a estrada a cada três semanas para reuniões e seminários em que o tema acaba sendo abordado.

O último evento foi no início do mês, em Cristino Castro (555 km de Teresina). "Uma das primeiras perguntas foi se Eduardo é candidato. Eu disse: ‘Podem arregaçar as mangas e discutir o nome dele na base’", afirmou Messias Júnior, primeiro-secretário do PSB piauiense.

Há movimentações semelhantes em outros Estados governados pelo PSB, como Espírito Santo e Paraíba, onde o governador Ricardo Coutinho tem participado desses encontros.

"O PSB precisa apresentar uma agenda de futuro e nesse momento quem mais tem capacidade, por sua experiência e história que junta tradição com modernidade, é o companheiro Eduardo Campos", afirmou Coutinho em reunião no mês passado, em João Pessoa.

Alguns Estados estão até mais adiantados: o PSB de São Paulo consultou os filiados e obteve 98% de apoio à postulação presidencial de Campos. Outros Estados repetirão a consulta.
Em Pernambuco, esse trabalho preocupa menos porque Campos já é conhecido.

Mesmo assim, o deputado Patriota tem aproveitado viagens ao interior para conversar com líderes locais.

O próprio Campos tem feito incursões pelo interior do Estado, sempre ao lado de prefeitos, e começou a discutir palanques para 2014.
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE