2:31 am - terça-feira novembro 21, 2017

Segurança residente no promorar morre em assalto com um tiro no peito ao sair do trabalho

Edição e postagem: Denison Duarte, em 18-10-2017 09:44 | Última modificação: 18-10-2017 22:08
Hospital de Olhos

Durante a madrugada desta quarta-feira (18) um segurança noturno, identificado como Rubens de Amorim Pimentel, 35, morreu com um tiro de garrucha no peito em um assalto ocorrido por volta das 2h40 na avenida principal do Parque Eliane, no bairro Promorar, em Teresina.

A polícia afirma que se trata de um crime de latrocínio, pois o celular da vítima foi levado.

Segundo o tenente Ferreira, da Cia Independente de Policiamento do Promorar, os suspeitos foram avistados “minutos antes” do ocorrido.

“Ele é vigilante e estava de serviço. Minutos antes do crime, os companheiros dele de trabalho avistaram três elementos suspeitos na área e resolveram realizar uma ronda maior na área, só que pouco tempo depois eles só escutaram os tiros”, relatou.

O segurança, que é natural de São Paulo – mas morava no bairro Promorar, estaria fazendo rondas quando foi abordado pelos criminosos.

De acordo com um amigo que preferiu não informar sua identidade, o segurança estava sem arma no momento do ocorrido.

“Nós estávamos apenas com dois meses fazendo rondas noturnas nessa região. Ele morreu com um tiro abaixo do peito, foi um latrocínio, levaram o celular dele. Não chegaram a levar arma porque ele estava sem arma. É lamentável, ele deixa três filhos, casado, era um cidadão trabalhador”, afirmou o amigo.

Com informações do MN