2:00 pm - sábado novembro 18, 2017

Professor é preso suspeito de aliciar menores no Piauí

Edição e postagem: Leomar Duarte, em 02-12-2013 16:00 | Última modificação: 02-12-2013 16:02
Professor é preso suspeito de aliciar menores no Piauí

Hospital de Olhos

Um professor de história, de 38 anos, foi preso nesse domingo (7) suspeito de aliciar crianças no município de Castelo do Piauí, localizado a 190 Km de Teresina. Segundo o policial militar Elias Júnior, a polícia descobriu o delito após o suspeito ter acariciado os três filhos de um borracheiro, que indignado agrediu o professor.

“Nós recebemos a informação de que uma pessoa estava sendo agredida no centro comercial da cidade. Quando chegarmos ao local informado, nos deparamos com o borracheiro aplicando golpes contra o professor. Assim que separamos os dois, o pai relatou que o professor teria aliciado seus três filhos, sendo este o motivo da agressão”, revelou o policial Elias Júnior.

Populares relataram para a polícia que antes de agredir o professor, o pai das crianças perseguiu o suspeito e quando ele percebeu que estava sendo seguido jogou a moto no asfalto e saiu correndo. O responsável pelas crianças com idade entre 4 a 6 anos alcançou o educador e começou a espanca-lo, quando foi impedido pela polícia.

Na delegacia, o pai relatou que o professor fez outras vítimas e após o depoimento a polícia solicitou que o suspeito escrevesse uma autorização permitindo uma vistoria em sua casa. De acordo com a polícia, na residência dele foram encontrados brinquedos, DVD infantil, preservativos e lubrificantes.

O educador negou as acusações e disse que o material encontrado era de uso particular. “Ele declarou que gostava de brincar à noite com os brinquedos e de assistir desenho animado, mas não acreditamos e o prendemos em flagrante. Já as crianças foram ouvidas pelo Conselho Tutelar e serão encaminhadas para tratamento psicológico”, relatou o policial.

Ele também informou que cerca de sete vítimas, além dos três filhos do borracheiro, estiveram na delegacia declarando ter sofrido abuso. O professor está preso na Delegacia de Castelo do Piauí.

Fonte: G1 Piauí