11:03 am - quarta-feira novembro 22, 2017

Polícia confirma morte de estudante de Direito e quer apontar autor do crime nesta terça-feira

Edição e postagem: Denison Duarte, em 31-10-2017 16:26 | Última modificação: 31-10-2017 16:26
Hospital de Olhos

A polícia afirmou aos familiares da jovem estudante de Direito, Camilla Abreu, 21, desaparecida no último dia 25, que já tem as provas da sua morte, apesar de o corpo da acadêmica não ter sido encontrado ainda.

Ainda restavam esperanças ao pai de Camilla, Jean Carlos. Ele disse ao G1 que quer que “isso acabe logo”. Jean falou sobre o carro do namorado da filha, um capitão da Polícia Militar, que chegou a um posto de lavagem com marcas de sangue. Na visão da polícia e da família, ele se tornou o principal suspeito.

“Já queremos que isso acabe, que chegue ao fim. Estamos sofrendo muito. Queríamos que ela chegasse com vida, mas no depoimento de um lavador de carro que depôs na [Delegacia de] Homicídios foi dito que havia manchas de sangue no banco de trás e dianteiro do carro do capitão”, declarou o pai.

Para a família, o namorado da jovem teve comportamentos suspeitos por não participar das buscas com a família. “Tudo indica que foi ele, que era pra ser a primeira pessoa a tomar a frente nas buscas e ele fez o contrário. Por que aconteceu na quarta-feira [25] que foi quando ele saiu com ela, na quinta-feira [26] ele faltou ao serviço, e sexta [27] é que ele foi levar a arma para o quartel”, falou.

A família, muito abalada, persistiu com as buscas desde o momento em que sentiram falta da jovem. “É muita tristeza, essa noite não consegui dormir. Desde quarta-feira que a gente procura minha filha de madrugada nos matos, de dia, sem dormir e sem comer. Recebemos a solidariedade dos amigos e parentes, mas é muito difícil”, declarou o pai.

O delegado Francisco Costa – o Bareta, pretende concluir o caso ainda hoje, já indicando o possível autor ou autores do crime. O celular e a arma do PM estão apreendidos pela polícia, além do celular da vítima, que estava abandonado na saída de Teresina, nas proximidades da BR-343.

Camilla Abreu foi vista pela última vez na companhia do namorado durante a madrugada da última quinta-feira (26). A família disse à polícia que ele era agressivo com a namorada, já tendo, inclusive, agredido a jovem.

Pai da jovem estudante de Direito, Jean Carlos

jovem estudante desaparecida

(Foto: Junior Feitosa/G1)

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE