10:51 am - quarta-feira novembro 22, 2017

Inquérito: delegado fala sobre acidente que matou idoso no bairro Várzea na BR-343, em Amarante

Edição e postagem: Denison Duarte, em 24-06-2017 17:03 | Última modificação: 24-06-2017 19:03
Hospital de Olhos

Está em fase de conclusão, o inquérito da Polícia Civil que apura as causas da morte do idoso Manoel Pereira da Silva, 64, em um acidente ocorrido na BR-343, em Amarante, no último dia 17, sábado.

A vítima conduzia uma moto do tipo ‘cinquentinha’ quando foi apanhada por uma S10 já identificada pela polícia. O acidente aconteceu à altura do bairro Várzea, em Amarante. O idoso morreu no local com a perna amputada.

A perna da vítima, segundo o delegado, foi encontrada no dia seguinte a aproximadamente 100 metros do local. “O importante é que foi encontrada com a ajuda de populares à Polícia Civil, entregue à família e juntada aos restos mortais do falecido”, afirmou o delegado.

Segundo ele, a perícia da Polícia Rodoviária Federal(PRF) aponta para uma parada da moto no acostamento e, em seguida, uma tentativa de conversão com direção ao posto Serra Azul, instante em que o idoso foi apanhado pela S10.

Questionado pelo SOMOS NOTÍCIA sobre a não prestação de socorro por parte do condutor da S10, o delegado afirmou que “ele(o autor) disse que ficou com medo de linchamento, pois um popular teria dito para os pais dele, no momento, que era para irem embora porque a vítima já estava morta e que poderia haver riscos de linchamento”

Os familiares da vítima buscam da justiça celeridade no inquérito e a condenação do autor do acidente que não teve revelada sua identidade por questões segurança de ambas as partes.

Segundo o delegado, quanto à celeridade, o inquérito está em fase conclusiva muito antes do prazo previsto, que é de 30 dias; quanto à condenação, Otony Nogueira assegura que a Justiça é que vai decidir se o autor vai responder por homicídio culposo ou se pela omissão de socorro.

Ele encerra afirmando que a condenação “pode ser uma pena privativa de liberdade, prisão, ou pena restritiva de direitos, mas a decisão depende do julgador essa análise”.

“O inquérito está em fase de conclusão”, diz delegado.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE