11:19 am - segunda-feira novembro 20, 2017

Chacina deixa 5 mortos em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense

Edição e postagem: Leomar Duarte, em 14-10-2014 15:44 | Última modificação: 14-10-2014 15:47
Chacina deixa 5 mortos em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense

Hospital de Olhos

Seis jovens foram baleados em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na noite desta segunda-feira (13), segundo a Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro. A chacina deixou cinco mortos: três morreram no local enquanto outros dois morreram durante atendimento médico. O único sobrevivente tem 12 anos e está internado.
O jovem foi socorrido e encaminhado para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna. Segundo a unidade, ele foi submetido imediatamente a uma cirurgia e foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ainda segundo o hospital, a vítima apresentava estado de saúde estável, estando lúcido e orientado.
A chacina ocorreu no Bairro Parque Paulista, por volta de 21h. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense. Durante a noite foi feita uma perícia no local.
A Polícia Civil não tem informações sobre o caso. Mas relatos nas redes sociais dizem que os jovens foram atacados por homens encapuzados e fuzilados em um muro. As vítimas ainda não foram identificadas.
Parente diz que grupo voltava para casa após futebol
Nesta quarta-feira, moradores do Parque Paulista protestaram de forma pacífico pela morte dos jovens. Eles se reuniram na esquina das ruas 36 com a 22 com cartazes pedindo o fim da violência na região. Segundo eles, as mortes foram uma “covardia”.
“Eles passaram atirando por volta de 20h30 da noite. Foi uma covardia, poderia ter sido qualquer um de nós. Eram crianças que estavam voltando para casa depois do futebol”, explicou a cunhada de Roni Azevedo dos Santos, uma das vítimas, que preferiu não se identificar.

Para a população, o bairro sofre com a falta de policiamento ostensivo e com o aumento dos assaltos. “Saio para trabalhar com medo, os bandidos chegam armados e roubam todo mundo no ponto de ônibus”, relatou outra moradora, que também preferiu ter sua identidade em sigilo.

Protesto na BR na segunda
O caso também pode ter detonado um protesto na BR-116 na noite desta segunda-feira. Moradores bloquearam o tráfego na Rodovia, conhecida como Rio-Teresópolis. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os manifestantes se diziam revoltados com o ataque de uma facção criminosa no bairro.

Dois ônibus foram atacados e tiveram os vidros quebrados. Um carro roubado foi incendiado. O tráfego teve de ser interrompido e a rodovia só foi liberada no fim da noite. Ninguém foi preso.

Fonte:G1