1:17 pm - segunda-feira novembro 20, 2017

Picos: “Encosta corre risco de novos desabamentos”, diz Defesa Civil

Edição e postagem: Denison Duarte, em 27-03-2014 09:07 | Última modificação: 27-03-2014 09:11
Picos: “Encosta corre risco de novos desabamentos”, diz Defesa Civil

Hospital de Olhos

A Defesa Civil informou que a situação na encosta do morro no Bairro Morada do Sol, em Picos, corre risco de novos deslizamentos de terra. No último sábado, 23, a encosta desmoronou provocando pânico aos moradores. De acordo com o secretário da Defesa Civil, Oliveiro Luz, 18 carradas de entulho foram retiradas do local e que a causa seria um vazamento de água na rede de tubulação.

“Já foi conversado com a Agespisa, e a causa seria um vazamento na encanação, porque a água da chuva não provocaria um desastre de tamanha magnitude. Para a nossa sorte nenhuma residência foi atingida, pois o deslizamento de terra desceu em linha reta sobre a Rua Moura Barbosa”, afirmou Oliveiro Luz.

18 carradas de entulho foram retiradas do local – Foto: Portal Grande Picos

18 carradas de entulho foram retiradas do local - Foto: Portal Grande Picos

O secretário disse que medidas já estão sendo adotadas para sanar o problema, como a construção de um muro de contenção, que ainda não se tem data definida. Outra medida que também está sendo estudada é a construção de uma escadaria na encosta do morro, mas que os moradores não aprovam a iniciativa.

A Defesa Civil em reunião nesta manhã com a empresa de Água e Esgotos do Piauí, AGESPISA, em Picos solicitou uma modificação na rede de encanação. A mudança responde que a rede de tubulação desça pelo calçamento e não mais no terreno.

DSC_3162

Moradores estão preocupados com a situação

A moradora, Josefa Normalúcia, que desde a infância reside no local relata estar preocupada com o risco de que a situação volte a se repetir. “A minha casa é uma das que estão na área de risco. Nos dias de chuva a gente não consegue dormir por medo que o morro venha a baixo, que as pedras caiam”, disse a moradora.

Segundo ela, o pânico tem atingido a todos os moradores da área, mas que sem ter para onde irem continuam no local.