3:11 pm - segunda-feira novembro 20, 2017

Estudantes carentes do Piauí ganham intercâmbio musical na Itália

Edição e postagem: Denison Duarte, em 05-02-2015 09:05 | Última modificação: 05-02-2015 09:10
Estudantes carentes do Piauí ganham intercâmbio musical na Itália

Hospital de Olhos

Com as malas quase prontas para partir rumo à Itália, alunos carentes do projeto Música para Todos no Piauí vão para o país europeu em um intercâmbio musical. Oito alunos, mais dois professores e dois instrutores vão participar do I Seminário de Iniciação Musical através da Flauta Doce e Canto, na cidade de Cantânia. Os doze piauienses embarcam para a Itália neste domingo (8).
O Música para Todos foi contemplado no Programa Conexão Cultura Brasil, do Mistério da Cultura, que promove a internacionalização da cultura brasileira, e realizou I Concurso de Grupos Musicais do projeto para escolher os estudantes que fariam o intercâmbio. Os selecionados se reuniram nesta quarta-feira (4) para treinar as últimas notas antes da tão esperada viagem para o exterior.

Com o objetivo de pegar experiência com a flauta, o jovem estudante Bruno Rafael Dias Pereira, de 16 anos, cria expectativas para o primeiro intercâmbio no exterior. Fundador do grupo de flauta Arte de Soprar e vencedor do concurso, o jovem morador do bairro Monte Castelo, Zona Sul de Teresina, diz que o resultado foi uma surpresa que trouxe muita alegria.

“Eu não esperava o resultado. Quando ouvi o nome do grupo ser chamado como vencedor, fiquei muito surpreso e a alegria foi imensa. Estou muito feliz com a conquista e vou dar o meu melhor na Itália”, disse o jovem afirmando que depois que entrou no projeto, o desempenho na escola melhorou.

Outra estudante que também está com passaporte e malas prontas para a viagem é a Paula Milena, de 17 anos, que está no projeto há dois anos, período em que mora em Teresina. Nascida na cidade de Luzilândia, a 234 km da capital, a menina começou na música desde pequena cantando e tocando trompete com um grupo musical nas praças públicas do seu município.

Junto com ela está Ana Gláucia Barbosa, de 17 anos, companheira de Milena no grupo de canto “Eu e Elas”. A moradora do Centro da capital piauiense iniciou na música no canto lírico. Ela começou há um ano e relata que não foi fácil seguir no projeto, pois precisou abdicar de coisas que gostava, como sair com os amigos, para se dedicar aos estudos.

“A gente precisava dar todo o nosso empenho para fechar a apresentação. Precisávamos deixar de lado algumas coisas como sempre ter a companhia de um amigo em passeios. Mas a gente sabia que o projeto precisava do nosso esforço. E aqui estamos na expectativa para uma grande experiência na Itália. Com certeza o aprendizado que teremos lá só vai acrescentar na nossa capacidade”, contou.

O responsável pelo grupo “Eu e Elas”, que acompanhou as meninas no projeto, é Sílvio Rosário, de 24 anos, professor de teclado e flauta do Projeto Música Para Todos há 6 anos. Ele é um dos professores que também vai acompanhar os meninos na viagem para a Itália. Segundo ele, a oportunidade é única. “A expectativa é a melhor possível. Nós queremos mostrar o nosso trabalho e a experiência só vai aumentar no nosso currículo. Além do mais, o contato com outra cultura e a troca de experiências, só vai favorecer ainda mais nosso trabalho”, contou.

Os alunos, professores e instrutores ganharam o intercâmbio através do projeto Conexão Cultura Brasil Intercâmbios, lançado pelo Ministério da Cultura em julho do ano passado, com o objetivo de promover a preseça de artistas e empreendedoras brasileiros em eventos no Brasil e no exterior.

Fonte: G1 Piauí