11:24 am - segunda-feira novembro 20, 2017

Justiça concede liminar e prefeito de Esperantina fica no cargo

Edição e postagem: Denison Duarte, em 16-01-2014 20:39 | Última modificação: 16-01-2014 21:18
Justiça concede liminar e prefeito de Esperantina fica no cargo

Hospital de Olhos

O prefeito do município de Esperantina, Lourival Bezerra, conseguiu uma liminar e deve continuar no cargo enquanto aguarda julgamento de recurso. A liminar foi concedida pelo juiz após o gestor entrar com uma ação cautelar com pedido de liminar para concessão de efeito suspensivo

Lourival e o vice, Joel Alves, foram cassados na manhã desta quarta-feira (15/01), pelo juiz eleitoral Ullysses Gonçalves da Silva. O gestor responde a processo por abuso de poder econômico e político e captação ilícita de sufrágio, que corresponde à compra de votos.

A ação contra o prefeito foi movida pela coligação pela coligação “Juntos de Novo Com a Força do Povo” da candidata derrotada Vilma Carvalho Amorim. A Câmara Municipal da cidade chegou a votar a cassação do gestor, mas a maioria dos parlamentares decidiu pela manutenção de Lourival no cargo. A segunda colocada na eleição seria empossada na tarde desta quinta-feira (16/01).

Recentemente, Lourival foi flagrado em um vídeo recebendo R$ 14 mil de um empresário A denúncia foi feita pelo ex-secretário do gestor, Marcos Queiroz, que o acusa de cobrar propina para garantir a licitação de alimentos que seriam usados para a merenda escolar do município.

No vídeo o prefeito recebe valores de um senhor conhecido popularmente como Didi do Açogue, que teria aberto uma empresa em nome de um laranja. A empresa possui contrato com a prefeitura no valor de R$ 406.910,00 (quatrocentos e seis mil e novecentos e dez Reais).

Fonte: 180 Graus