5:26 pm - terça-feira novembro 21, 2017

Investimentos do Governo em Ciências e Tecnologia é o maior dos últimos anos

Edição e postagem: Leomar Duarte, em 06-03-2014 13:13 | Última modificação: 06-03-2014 13:13
Hospital de Olhos

Os números divulgados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) mostram que os financiamentos do Governo do Estado em Ciência, Tecnologia e Informação à comunidade científica radicada em instituições do Estado do Piauí aumentaram nos últimos anos. De acordo com o relatório, em 2013, o investimento foi recorde com quase R$3,5 milhões, o valor é o maior dos últimos 10 anos.

O investimento em massa com recursos do tesouro estadual possibilitou a captação de mais recursos federais através de contrapartidas destinados a desenvolvimentos de pesquisas. Mesmo assim o Governo do Estado permaneceu como o maior agente financiador de pesquisas. Do orçamento Geral da União os recursos foram destinados, em sua grande maioria, para pagamento de bolsas de pós-graduação e financiamento de projetos de pesquisa da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ).

Para o governador Wilson Martins o Piauí passa por um novo tempo na educação, nunca se investiu tanto no ensino. “Os programas que avaliam a educação do Brasil e dos Estados mostram exatamente a política de investimento que temos feito na educação piauiense, estamos dando condições em todas as fases da educação dos nossos estudantes, o resultado chega com a melhora dos nossos índices, é muito gratificante ver que hoje o ensino de qualidade está ao alcance de todos”, disse.

A Fapepi tem um leque de programas com diferentes objetivos. Alguns destes resultam de programas em nível nacional, acompanhados de interesses por problemas e questões nacionais que afetam os estados. Outros são mais específicos e respondem pela necessidade e demanda especifica do Piauí.

De acordo com o presidente da Fapepi, Francisco Soares, as prioridades do núcleo são de dar continuidade a projetos existentes e trabalhar na implantação de outros. A Fapepi atua na comunidade científica com vários programas, entre eles o Programa Primeiros Projetos (PPP), Programa de Apoio aos Núcleos Emergentes (Pronem), Programa de Bolsas de Pós-Graduação para Docentes da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e Programa de Bolsas de Iniciação Científica Júnior.

Fonte: Portal Piauí