4:08 am - segunda-feira novembro 20, 2017

Homem é condenado a 63 anos de prisão por matar barbaramente a sobrinha de 3 anos no PI

Edição e postagem: Denison Duarte, em 21-11-2015 08:28 | Última modificação: 21-11-2015 17:16
Hospital de Olhos

Considerado o autor do assassinato bárbaro de uma criança de três anos no município de Monsenhor Gil há quatro meses, o tio da vítima, identificado como Edemir Francisco da Silva, respondeu na justiça e foi condenado a 63 nos de prisão. A Associação Piauiense do Ministério Público assegura que foi a primeira sentença dada pelo crime de feminicídio no Piauí.

Outros dez crimes pesam contra Edemir pelos quais foi julgado e condenado. Dentre eles, homicídio triplamente qualificado, ameaças e lesões, o que lhe resultou em duas penas, um de 60 anos de recluso e outras de pouco mais de três anos de detenção.

O assassinato da sobrinha aconteceu no dia 7 de junho de 2015. Em entrevista ao G1, a Polícia Militar afirmou que a mãe da vítima havia dito que seu cunhado havia tentado manter relação sexual com ela. Com a recusa, ele se vingou da menina, que apresentou sinais de esganadura e espancamento.

Atualmente, Edemir está foragido da Justiça. Ele foi preso no dia do assassinato e transferido para a Casa de Custódia, em Teresina, de onde fugiu no dia 14 de outubro.

Foto: G1

Foto: G1

Edição e postagem: Denison Duarte