9:22 pm - sábado outubro 21, 2017

Empresa Translima paralisa atividades no Médio Parnaíba alegando decreto da Prefeitura de THE

Edição e postagem: Denison Duarte, em 27-09-2017 20:34 | Última modificação: 28-09-2017 20:41
Hospital de Olhos

EMPRESA TRANSLIMA PARALISA ATIVIDADES – A população de alguns municípios do Piauí está se sentindo prejudicada com a emissão de um decreto da Prefeitura de Teresina que proíbe que os ônibus com linhas acima de 100 Km façam o embarque e desembarque de passageiros na capital do Estado.

Com a decisão, a empresa de ônibus Translima parou todos os ônibus na última segunda-feira (25) que faziam o transporte de passageiros para a capital, deixando sem os serviços a população vários municípios da região do Médio Parnaíba.

As maiores reclamações são de moradores de Palmeirais, Nazária, Amarante, Francisco Ayres e Arraial. Uma das queixas, segundo o proprietário da empresa Daniel Lima, é que os passageiros terão que pegar dois ônibus até chegarem a Teresina.

De acordo com proprietário da empresa Daniel Brito de Lima, a decisão da prefeitura faz com que todos os usuários da empresa sejam lesados com a medida.

“A prefeitura de Teresina fez um decreto em que proíbe todos os ônibus de linha acima de 100 km a entrar em Teresina para fazer o embarque e desembarque de passageiro. Ou seja, quem vem dessa região (Amarante, Arraial, Palmeirais, etc ) tem que descer no balão da Tabuleta e, antes, a gente ia pela Pedro Freitas, Joaquim Ribeiro e Barão de Gurgueia. Então foi tirada essa opção das pessoas e, elas não viajam com a gente, porque chegam em Teresina, tem que pegar um ou dois ônibus urbano para ir até seu destino e isso fez com que nossa operação se tornasse inviável. Essa decisão da prefeitura faz com que a população que usa nosso serviços seja lesada”, explicou.

Empresa Translima paralisa atividades | A assessoria da Superintendência de Transportes

A assessoria da Superintendência Municipal de Transportes referiu-se ao caso com estranheza, pois, segundo informações da assessoria repassada ao site Teresina Diário, o decreto já havia sido emitido há mais de um ano.

“Segundo a assessoria do órgão, esse decreto foi publicado pelo Poder Público Municipal visando regulamentar a área central da cidade, evitando que esses veículos que fazem linha interestadual entrassem no centro e contribuíssem com o caos no trânsito nessa área, sobretudo quando se considera o aumento da frota de veículos da cidade nos últimos anos”, diz o site.

“Um absurdo, são pessoas de baixo poder financeiro que vem do interior com poucos recursos, o Prefeito Firmino, bem que poderia rever essa situação. Vale a pena Prefeito.!!!”, afirmou o internauta Hermes Coelho Filho.

“Com certeza deve ter a participação dos empresários donos das empresas de ônibus urbanos de Teresina […] Meu amigo Daniel recorra ao ministério público para investigar o porquê desse decreto pois com certeza esse decreto está beneficiando algum ****** ou vários *******.”, afirmou Domingos Ramos de Morais.

Empresa Translima paralisa atividades

Com informações do R10 e Teresina Diário