8:58 am - quarta-feira novembro 22, 2017

Professores da UFPI rejeitam nova proposta de reajuste salarial sugerida pelo Governo Federal

Edição e postagem: Denison Duarte, em 27-11-2015 16:14 | Última modificação: 29-11-2015 19:39
Hospital de Olhos

Os docentes da Universidade Federal do Piauí (UFPI) decidiram durante assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (27), na Associação dos Docentes Federais do Piauí (ADUFPI), por rejeitar a proposta de reajuste salarial feita pelo Governo Federal na última quarta-feira (18).

Segundo o professor Alexis Leite, diretor de Relações Sindicais da ADUFPI, não existe possibilidade de acordo com o governo quanto à proposta feita.

“Eles mantiveram a mesma proposta de quando estávamos em greve, que era o reajuste de 10% em quatro anos Deram apenas uma maquiada nela. Agora eles propõem 10,8%, dividido em duas parcelas, 5,5% em agosto de 2016 e 5% em janeiro de 2017, e um ajuste irrisório de alguns benefícios. E nós não vamos aceitar isso.”, afirma.

Análise

A decisão da ADUFPI de não aceitar a proposta do governo será apresentada agora ao Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior – ANDES SN neste final de semana, de 28 e 29 de novembro, durante a reunião do Setor das Instituições Federais de Ensino – Ifes, em Brasília (DF), na qual o resultado das assembleias locais será analisado, para então ser apresentado ao Governo Federal. Os professores Alexis Leite e Mairton Celestino viajam ainda na tarde de hoje, para representar a ADUSFPI na reunião do Ifes.

Nova assembleia

Na oportunidade ficou acertada também uma nova assembleia na ADUFPI, no dia 03 de dezembro, para que seja feita uma avaliação política e de custos da greve dos docentes federais do Piauí realizada esse ano, além de definir critérios para escolha de delegados para participar de congressos e assembleias do ANDES SN.

índice

Texto e foto: Karla Danielle

Postagem: Denison Duarte

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE