3:11 pm - terça-feira novembro 22, 7138

NASSAU realiza Dia Especial de Atenção ao Síndrome de Down

Edição e postagem: Denison Duarte, em 29-03-2017 21:06 | Última modificação: 29-03-2017 21:15
Hospital de Olhos

Serão realizadas atividades lúdicas e orientação nutricional aos jovens com Síndrome de Down

Os cursos de Nutrição e de Educação Física da Faculdade Mauricio de Nassau- Aliança/Redenção, realizam no dia 30 de março o “II Dia Nassau Especial de Atenção ao Síndrome de Down”.  A atividade acontece em alusão ao Dia Internacional do Síndrome de Down, comemorado no dia 21 de março e será realizada no Centro de Habilitação Ana Cordeiro – CHAC.

O evento vai oferecer atividades lúdicas, orientação nutricional e um lanche saudável aos jovens portadores da síndrome, assistidos pela instituição. Os alunos do curso de Educação Física irão desenvolver uma atividade direcionada ao desenvolvimento físico – motor. “O objetivo das práticas de atividades físicas para portadores da Síndrome de Down, é contribuir para a melhoria dos padrões físicos, motores, cognitivos, socioeconômicos, afetivo e social. Um bom programa deve ser especifico e acompanhado por um profissional de Educação Física”, explicou o educador físico, Carlos Augusto Alves.

Durante as atividades, os estudantes de Nutrição irão conduzir os jovens em um preparo de lanche saudável. Haverá ainda uma orientação nutricional para os responsáveis, focada na higienização correta dos alimentos e na importância de manter o valor nutricional na preparação do lanche escolar.

De acordo com a coordenadora do curso de Nutrição, Conceição Aguiar Carvalho, algumas pessoas portadoras da síndrome tem predisposição para o sobrepeso, por isso a necessidade de uma alimentação saudável. “O sobrepeso é um fator de risco na vida de qualquer pessoa, seja ela com síndrome ou não. Oferecer um lanche saudável é uma forma de incentivá-los a comer bem, se alimentar de forma correta e com os nutrientes necessários para evitar patologias como a obesidade”, explica.

Para a Coordenadora do CHAC, Maria das Dores, as atividades realizadas pela faculdade ajudam e contribuem positivamente em vários aspectos da vida destes jovens. “O entretenimento realizado pelos alunos da Maurício de Nassau, ajudam na motivação, na concentração e na rotina de uma alimentação saudável. Eles se empolgam com as atividades físicas e amam aprender a preparar novos alimentos”, completa a coordenadora.

O Centro de Habilitação Ana Cordeiro foi fundado em 1968 com o objetivo de promover a educação inclusiva e o atendimento sócio terapêutico. O local recebe jovens a partir de 15 anos de idade e tem atendimento superior a 170 portadores da Síndrome de Down por dia. Em funcionamento 8h às 11h, o CHAC está localizado na Rua Hermínio Conde, s/nº, Praça da Tabuleta, Teresina.

Por: Ana Denise

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE