1:41 am - quarta-feira novembro 22, 2017

Copa Piauí é cancelada por falta de times

Edição e postagem: Denison Duarte, em 16-07-2014 09:32 | Última modificação: 16-07-2014 09:32
Hospital de Olhos

Poderia ser mais uma finalíssima de campeonato entre Piauí e Flamengo-PI, mas a realidade da Copa Piauí é bem diferente. Com apenas dois inscritos para a competição, os clubes agora disputam a preferência da vaga que será decidida segundo os critérios da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o que deixa a situação em dúvida.

As inscrições foram abertas no dia 25 de junho e encerradas no dia 15 de julho, terça-feira. Pelo regulamento, Piauí, Parnahyba, Flamengo-PI, 4 de Julho, Cori-Sabbá e Barras, os seis clubes de melhor índice técnico do Campeonato Piauiense de 2014, poderiam se inscrever. Mas ao fim do prazo, somente a dupla Raposa e Enxuga Rato confirmaram participação. Com o esvaziamento, o torneio foi cancelado pela Federação de Futebol do Piauí.

Pelo regulamento de competições da CBF, os torneios só podem credenciar à Copa do Brasil se forem disputados por no mínimo quatro equipes. No ano de 2013, a Copa Piauí passou pelo mesmo esvaziamento dos clubes, porém a situação foi contornada pela FFP. Sem a competição em 2014, o representante piauiense só será conhecido a partir da liberação da tabela oficial da competição em 2015, pois a ausência da competição será informada à Confederação.

– A competição (Copa do Brasil) é da CBF, que tem seus critérios. Nós já tivemos e temos competições, agora a entidade máxima do futebol é quem vai fazer o convite à segunda equipe sem nenhum prejuízo ao futebol do Piauí – explicou Cesarino Oliveira, presidente da Federação de Futebol do Piauí (FFP).

Com o cancelamento da Copa Piauí, o dirigente chama para uma reflexão sobre o momento em que vive o futebol brasileiro, no período pós Copa do Mundo e Campeonato Piauiense. A intenção é voltar a trabalhar com os dirigentes no sentido de constituir uma estrutura para que o futebol do estado possa deixar de ser sazonal.

Questionado sobre a possibilidade de oferecer convite a outras equipes para que a competição pudesse ocorrer nesse segundo semestre, Cesarino Oliveira foi taxativo. Vendo a possibilidade como inválida, o presidente prefere que somente os clubes com condições de se manterem nos torneios é que se habilitem a fazer sua inscrição.

– Para o bem do futebol do Piauí, não vamos nos colocar como coitadinhos. Precisamos encarar de frente. Eu não sou favorável que se faça competição de qualquer forma, só deve disputar quem realmente tem condições de disputar – enfatizou.

Sem Copa Piauí, o calendário da FFP ainda traz como realizações para o segundo semestre os campeonatos piauienses de base, como o Sub-17, e o Campeonato Piauiense de Futebol Feminino.

Fonte: Floriano News.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE