Menu...

18 de dezembro de 2017

Assaltantes são mortos em confronto com a polícia em Teresima


Hospital de Olhos

Em confronto com a polícia três assaltante morreram na tarde desta quinta-feira (22), nos bairro Mocambinho e Buenos Aires, zona norte de Teresina.

Os três morreram em locais diferentes durante perseguição de polícia aos bandidos.

Um morreu próximo ao escolão do Alto Alegre, outro próximo a uma lotéria perto da lojas de adesivos e o terceiro na parada final do Buenos Aires.

Uma das pessoas mortas é Jailson da Silva Lima,conhecido como Cabal, 27 anos, assassinado com um tiro de revólver quando estava adesivando uma motocicleta honda fan clonada com a Placa OVW 3143.

Segundo o escrivão Moraes, do 9º Distrito Policial de Teresina, Jailson tinha mudado a motocicleta, que tinha placa clonada já que a placa verdadeira era PIF 5794.

“Ele já tinha passagem pela polícia e estava adesivando a motocicleta para dizer que era dele, para ele usar”, declarou Moraes.

Jailson morreu na frente de uma loja de adesivos chamados objetiva comunicação visual.

Sua mãe e seus parentes choravam muito em torno do corpo. O crime ocorreu por volta das 16h.

O comandante do Policiamento da capital, coronel Alberto Menezes, afirmou que aconteceram três fatos criminosos aparentemente relacionado como um só.

Segundo o coronel o primeiro foi Jailson, conhecido como Cabal que foi assassinado com tiro na cabeça, disparados por dois homens que desceram de um veículo vermelho, aparentemente um pálio ou um punto e atiraram contra Cabal que estava adesivando uma motocicleta Honda preta roubada, de placa clonada.

Em seguida, fizeram disparos contra pessoas e atingiram um homem identificado por Aelcio Miranda, próximo ao Escolão do Alto Alegre, na zona norte de Teresina.

Em perseguição aos bandidos os policiais da Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial) prenderam Weslley e uma mulher e ainda atingiu um fugitivo chamado Lucas que estava com Weslley. Com eles foram apreendidas três armas uma pistola 380, uma ponto40 e um revólver calibre 38. Uma dessas armas tem a identificação da Força Nacional, que totalmente restrita.

Lucas foi internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do HUT (Hospital de Urgência de Teresina).

Outra pessoa, chamado Francílio, foi atingida com vários tiros e foi internada na UTI do HUT. Ele foi atingido com tiros dados por Weslley e Lucas na rua Castelo do Piauí, no Buenos Aires.

O subtentente Valcinar Brito da Cruz , do 9º Batalhão da Polícia Militar (BPM), disse que todos os crimes tem alguma relação, já que Francílio foi baleado por Weslley.

Aparentemente tudo parece ser uma briga de gangues ou de grupos de criminosos no bairro Buenos Aires onde morava Jailson da Silva Lima, o Cabal. “A polícia civil vai investigar todos esses assassinatos, tiroteios e tentativas de homicídios durante o final da tarde entre o Buenos Aires e Mocambinho”, declarou Alberto Menezes.

Alberto Menezes informou que Jailson já respondia por homicídios e a polícia estava procurando ele ontem para prendê-lo.

Segundo as testemunhas que trabalham perto da oficina de adesivagem onde Jailson morreu, quando ele viu os dois pistoleiros pediu para não morrer. ““Não atirem, não atirem, não atirem”, teria dito Jailson.

Fonte:360Grauspi


Tags: , , ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE